Enterramento da Fiação Aérea na cidade de São Paulo em pauta no Ministério Público Federal

Enterramento da Fiação Aérea na cidade de São Paulo em pauta no Ministério Público Federal(MPF)

Realizada em 14 de maio de 2013,conduzido pela procuradora da República Adriana da Silva Fernandes, responsável pelo inquérito civil, conduziu a audiência pública. A Prefeitura de São Paulo, a Eletropaulo, a Aneel, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), operadoras de TV a cabo, urbanistas, arquitetos, engenheiros, associações de moradores e outros interessados foram convidados a participar e o auditório estava repleto de autoridades .

Procuradora Adriana da Silva Fernandes

Procuradora Adriana da Silva Fernandes ouve o
vice-presidente da Eletropaulo, Sidney Simonaggio,
em audiência pública (Foto: Roney Domingos/G1)

RSCN9862

O atual cabeamento além de prejudicar a paisagem urbana,impede a acessibilidade nas calçadas para pessoas de mobilidade reduzida em virtude do número grande de postes por metro linear,causando poluição visual e deixando nossa capital numa perfeita zona aérea,provocada pelas concessionárias de energia,telefonia e TV’s a Cabo,interferindo de maneira aguda nos índices de classificação da Qualidade de Vida,onde São Paulo encontra-se na 117ª posição entre as grandes cidades mundiais.
Os dados colhidos durante a audiência pública serão utilizados no inquérito civil público nº 1.34.001.001972/2012-10, instaurado com o objetivo de resguardar, promover e proteger o meio ambiente, bem como os bens de valor artístico, histórico, turístico e paisagístico, mediante o enterramento do cabeamento elétrico do Município de São Paulo. Nos autos do inquérito, apura-se se é necessário regulamentação do enterramento da fiação pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

RSCN0314

 Eng.Urb.Vagner Landi,convidado pelo MPF,

Participou do debate e faz um resumo do que apurou de principal quanto aos dados técnicos expostos pelas autoridades presentes.

O vice-presidente de operações da AES Eletropaulo, Sidney Simonaggio mostrou preocupação na implantação desta obra vultuosa para a nossa capital,mas falou,falou…e não convenceu aos presentes,veja abaixo alguns momentos do debate,

Hilda Mikiko Luamoto

Diretora do Departamento de Controle Uso de Vias Públicas da Prefeitura de São Paulo,

Afirmou que a gestão do atual prefeito de São Paulo,Fernando Haddad  está prestes a publicar uma portaria que nomeará os representantes da câmara técnica de gestão de redes aéreas. “A partir desse momento, a câmara técnica vai retomar os estudos para dar continuidade à elaboração do programa de enterramento das redes aéreas”, afirmou.

Sidney Simonaggio

Vice-presidente da Eletropaulo,foi questionado após o urbanista ter colocado em questão porque Eletropaulo ao longo dos anos,nunca retirou os postes antigos mas sempre colocou os novos,que registros fotográficos em seu poder há lugares em São Paulo que em cem metros lineares encontrou oito postes,sem contar a verdadeira Zona Aérea que é a cidade de São Paulo,pois cada ponto que é colocado em cada poste da capital é cobrado uma taxa de pontos alugados pela Eletropaulo junto ás Concessionárias de TV a Cabo e Telefonia,o qual foi confirmado pelas palavras em seguida do ex-presidente e segundo presidente da Eletropaulo, Eng José Walter Mello ,presente na reunião,confirmou que na sua gestão já eram questionados o fato de que o urbanista Vagner Landi citou agora a pouco,de como postes obsoletos um do lado do outro,não são retirados,sabem porque….são considerados imobilizados e tem que ficar,pois recebem aluguéis por ponto e também criticou o que o atual vice-presidente indagou que o enterramento é muito caro,não é não!!!,falta boa vontade de nossos administradores,foi um dos mais aplaudidos na ocasião.

Então,Simonaggio,explicou que cada ponto realmente são alugados e que a receita de 80% é abatida da conta de cada contribuinte(MPF vai investigar),e que o fruto deste aluguel reduz a tarifa de energia elétrica.

Custos:

Lamenta que os custos diferem de um lugar para outro,pois para enterrar a fiação é problemático pois quando houver manutenção teremos que quebrar as calçadas para chegarmos aos fios e outro problema por afogamento das redes por água e esgoto nas câmaras submersas e a manutenção é em torno de 90% em relação as redes aéreas(É lamentável as explicações pífias deste administrador para os presentes)

Opinião do eng.urbanista Vagner Landi

A rede atual de galerias subterrâneas é arcaica e a tecnologia para enterramento de fiação é altamente sofisticada como aplicada em outros países.

Falta boa vontade e gente que entende da questão para colocar em prática esta tecnologia,ou chegarmos a conclusão que está todo mundo errado e só nós estamos certos,com nossa conta de tarifas de energia elétrica e telefonia a mais cara do mundo( o MPF vai investigar)

Foi dito que 90% do aluguel dos postes é abatido da conta,então se tirarmos os postes a conta irá subir(é brincadeira escutar uma coisa desta…….o MPF vai investigar)

O imbróglio está formado e o MPF,terá muito trabalho em recompor informações para saber o real custo das contas de energia elétrica,pois nem eles sabem e quanto menos a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel),que também é uma piada.

Então deduzimos que só nós estamos certos e as outras cidades que tem o cabeamento enterrado estão erradas,além de dar dados que o projeto de implantação ficaria em torno de 20 vezes o do aéreo e se tomarmos cuidado daqui a pouco são capazes de falar em trinta vezes mais.

Enquanto dados de companhias estrangeiras são de quatro vezes mais que a aérea.

A Aneel,através de seu procurador Ricardo Brandão da Silva,,também deixou a desejar em” explicar coisa alguma” e deixar a perceber entre os participantes o protecionismo às empresas que usam o espaço aéreo na cidade,aceitando tabelas e gráficos que elevam ao patamar de pagarmos uma tarifa de energia,Tv’s a Cabo e Telefonia das mais caras do mundo,deixando representantes de Associações de moradores revoltados com o que foi exposto.

Gravado,apurado e não queremos pagar a conta !!!

É bom que tudo está gravado e o Ministério Público Federal terá muito trabalho em verificar os dados super faturados e defender os contribuintes que são tratados como clientes e não como consumidores,pois o que queremos é não deixar cair nos braços da população a conta para pagar,pois os impostos que pagamos são altos ,já embutidos nas contas e a conta tem que ser para pelas concessionárias e o poder público com a participação de parcerias privadas em troca de contra-partidas,afirma Landi.

Também alertou a todos que São Paulo deverá cair 5 pontos ou mais no ranking mundial de Melhor Qualidade de Vida,pois hoje encontra-se na 115ª posição e este fator de Poluição Visual e Acessibilidade são fatores importantes para a classificação.(veja no final deste Post,índices que são levados em consideração e tabelas já publicadas em nosso Blog)

– Não houve resposta pelo vice-presidente…

Também mandou um recado para o prefeito Haddad pela sua representante Hilda Mikiko,que estão previstas no Plano Diretor as Operações Urbanas Celso Garcia e Amador Bueno,que são importantes avenidas da capital e ícones dos anos 60,que podem ser contempladas com projetos urbanísticos e enterramento da fiação em toda sua extensão e não pensar apenas em corredor de ônibus,pois a avenida sempre foi um corredor.
Veja notícia no jornal da Rede Globo.abaixo,

http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2013/05/eletropaulo-diz-que-enterrar-toda-fiacao-poderia-triplicar-valor-de-tarifa.html

Acompanhe o bom trabalho do Ministério Público Federal em defesa dos cidadãos da nossa cidade,

http://www.mpf.mp.br/

Veja abaixo a luta do eng.Urb.Vagner Landi,há anos sobre este importante tema,que contribuiria em muito para a Melhor Qualidade de Vida,tão defendida em nosso Blog

https://engvagnerlandi.com/2012/02/25/fiacao-subterranea-em-sao-paulo/

https://engvagnerlandi.com/2012/02/09/fiacao-subterranea-a-esperanca-no-bolso-das-concessionarias/

Em jornais,

http://gazetavirtual.com.br/fiacao-subterranea-fora-dos-planos-da-prefeitura/

https://engvagnerlandi.com/2013/02/16/qualidade-de-vida-classificacao-mundial-das-cidades-por-melhor-qualidade-de-vida-e-intra-estrutura-quality-of-life-worldwide-cities-for-better-life-quality-and-intra-structure/

Classificação- Infra – estrutura Urbana , América Latina 2012
Classificação na América Latina Classificação Global Cidade País
1 83 Buenos Aires Argentina
2 87 San Juan Porto Rico
3 89 Santiago Chile
4 90 Pointe-a-Pitre Guadalupe
5 96 Montevidéu Uruguai
6 98 Rio de Janeiro Brasil
7 101 Brasília Brasil
8 107 Lima Peru
9 108 Monterrey México
10 109 Cidade do Panamá Panamá
11 116 São Paulo Brasil
12 122 Quito Equador
13 124 Nassau Bahamas
14 127 Cidade do México México

A combinação de fatores levam as cidades européias para a Melhor Qualidade de Vida,devido a estabilidade econômica,altos padrões de vida,educação do povo e respeito entre cidadãos e infra  estrutura elevada.

As condições de vida são analisadas de acordo com 39 fatores, agrupados em 10 categorias:

#Ambiente político e social (estabilidade política, crime, cumprimento de leis etc.)

# Ambiente econômico (regulamentações sobre taxa de câmbio, serviços bancários etc.)

#Ambiente sociocultural (censura, limitações para liberdade pessoal etc.)

#Saúde e vigilância sanitária (suprimentos e serviços médicos, doenças infecciosas, saneamento, descarte de resíduos, polução do ar etc.)

#Escolas e educação (padrão e disponibilidade de escolas internacionais etc.)

#Serviços e transporte público (eletricidade, água, transporte público, congestionamento de trânsito etc.)

#Recreação (restaurantes, teatros, cinemas, esportes e lazer etc.)

#Bens de consumo (disponibilidade de alimentos/artigos de consumo diário, carros etc.)

#Moradia (moradia, eletrodomésticos, móveis, serviços de manutenção etc.)

#Ambiente natural (clima, registro de desastres naturais)

O mais importante disto tudo e um recado ao prefeito Haddad que vem demonstrando boa vontade em trabalhar para São Paulo e a preocupação em deixar esta cidade em ordem,após pegar uma São Paulo,largada,principalmente pela Secretaria do Verde e Meio Ambiente é que a população não vai querer pagar a conta do Enterramento da Fiação Aérea.

Deixe seu recado ou comentário clicando logo abaixo em Deixar um Comentário,que o mesmo será publicado.

Obrigado !!!

Sobre engvagnerlandi

Engenheiro Civil , formado Pela Faculdade de Engenharia São Paulo na capital paulistana , Especialista em Uso e Ocupação do Solo , Plano Diretor e Aprovações de Projetos e Licenciamentos na Grande São Paulo. Tem o Urbanismo como convicção , sempre defendendo uma Melhor Qualidade de Vida para os bairros de SAMPA
Esse post foi publicado em POLITICA URBANA, Uncategorized e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

11 respostas para Enterramento da Fiação Aérea na cidade de São Paulo em pauta no Ministério Público Federal

  1. Pingback: Enterramento da Fiação Aérea em São Paulo – Burial Air Wiring in Sao Paulo – サンパウロの埋葬空中結線 | Engº Vagner Landi – Blog Urban Policy and Quality of Life

  2. Pingback: Revitalização da Avenida Santo Amaro – Projeto de Lei 377/2014 – Urban Revitalization in Sao Paulo – Stadterneuerung in Sao Paulo | Eng. Urbanista Vagner Landi

  3. Pingback: Enterramento da Fiação Aérea em São Paulo – Burial Air Wiring in Sao Paulo – サンパウロの埋葬空中結線 | Eng. Urbanista Vagner Landi

  4. Pingback: Emaranhado de fios – Enterramento da Fiação Aérea em São Paulo – Burial Air Wiring in Sao Paulo – サンパウロの埋葬空中結線 | Eng. Urbanista Vagner Landi

  5. Pingback: Fiação Aérea em São Paulo – Emaranhado de Fios – Fiação Subterrânea – Rede Globo | Eng. Urbanista Vagner Landi

  6. Pingback: Eng. Urbanista Vagner Landi

  7. Adriano Couto disse:

    Olá Wagner… aprecio bastante a sua causa. Não consigo deixar de me incomodar com a bagunça que é a fiação área de São Paulo. Uma vergonha uma cidade com a importância e a riqueza de São Paulo oferecer um cenário urbano tão precário e decadente como temos hoje em dia. Falar dos fios expostos, caídos, duplicados é quase redundância. O problema é que parece que para muitas pessoas, (incluindo o sr. Sidney Simonaggio) a fiação áerea é algo imutável e irreversível, como se já fizesse parte do cenário da cidade desde os tempos de fundação. A grande maioria da população desconhece outros cenários urbanos mais organizados, com fios enterrados, calçadas padronizadas e bem cuidadas, mobiliário urbano de qualidade etc… e deixam de refletir o quanto São Paulo poderia ser diferente, mais atraente e convidativa! E assim deixam de exigir junto aos órgãos (e empresas) responsáveis o devido cuidado que São Paulo merece. Já, por outro lado, a Eletropaulo, Aneel e demais concessionárias possuem know how, recursos e a RESPONSABILIDADE de mudar o cenário, mas não o fazem por má vontade, e pelo desejo de perpetuar esse sistema de altos lucros e serviço porco e irresponsável.
    Mas fico contente com essas recentes movimentações a favor dessa causa… seja da nova prefeitura, do ministério público e dos habitantes em geral. Infelizmente não pude conferir esta audiência pública… estava viajando, mas gostei da iniciativa de maneira em geral.
    Só espero que todo esse movimento recente não fique em vão… embora seja quase uma utopia, espero que imponham diretrizes e prazos rígidos aos responsáveis, dentro de um plano bem estruturado.
    Fiz até uma brincadeira com o logo da EletroPoste….

    se quiser me ajudar a espalhar fique a vontade…
    abraços!

    Curtir

    • Olá Adriano,muito boa sua colocação e vc seria pessoa importante para a próxima Audiência Pública no Ministério Publico Federal.
      Qdo haver uma proxima,enviarei um email para vc.
      abs
      Vagner Landi

      Curtir

  8. Pingback: Qualidade de Vida em São Paulo – Brasil – Despenca a cada ano ! – Quality of Life in Sao Paulo – Brazil – plummets every year! | Eng. Urbanista Vagner Landi

  9. Jorge Zacharias disse:

    Excelente discussão, a Eletropaulo pode muito bem enterrar suas linhas aéreas, e cuidar melhor do aspecto visual e de segurança. Imagine o estrago que um fio de alta tensão pode causar se romper sobre as calçadas. Mas cuidado, por conta disto podem querer retirar os trólebus e inviabilizar de vez o VLT, argumentando que a cidade não pode ter fios estendidos nas ruas. Uma coisa não tem a ver com outra. Ainda incentivo o VLT para o corredor de Calso Garcia e outros corredores de ônibus. Parabém Vagner Landi.

    Curtir

    • Olá, Zacarias,
      Com certeza, a discissão é apenas relativo a fiação de alta e baixa tensão,Tv’s a cabo,telefonia que realmente tornaram SP numa verdadeira ZONA Aérea.
      a Fiação do VLT moderno também é bem mais suave do que a arcaica atual ainda usada em SP,mas precisamos da ajuda do Ministério Público Federal em forçar nossos governantes em colocar a Lei em questão,para melhorarmos a Melhor Qualidade de Vida na capital paulistana,que do jeito que vai vamos despencar nos próximos anos.
      abs
      OBS; nA PRÓXIMA Audiência Pública do MPF,vamos avidá-lo,pois vc é uma pessoa muito importante com sua idéias e amor a SP.

      Curtir

Obrigado pela sua participação!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s