ESTAÇÕES DE BIKES no Tatuapé – Opinião do Eng.Urb.Vagner Landi para a Gazeta do Tatuapé

logogazetavirtualgt

Tatuapé,enfrenta problemas com as instalações das Estações de Bikes,sem projetos,orientações,sinalizações,expondo ao perigo os ciclistas no tráfego conturbado num bairro que não recebe melhorias há tempo em projetos de Mobilidade Urbana.

 

DSCN0051

Veja abaixo, trecho da entrevista da Gazeta do Tatuapé com a repórter Bárbara Rainov e Sergio Murilo Mendes com o engenheiro Vagner Landi    

Ciclistas ao perigo.

O engenheiro urbanista Vagner Landi disse que não se pode simplesmente impor um projeto à população ,pintando o solo das ruas do bairro ou criando as ciclo faixas sem antes proporcionar uma estrutura para que o trabalhador estacione sua Bike para ir ou vir do trabalho para casa.”Quanto ao relevo do bairro,não vejo problemas.Só precisamos estar conscientes de que utilizar a bicicleta como passatempo ou para exercícios é uma coisa,mas usá-la para trabalho é outra bem diferente”,avaliou.Para o engenheiro,sonhar é possível,porém os esforços entre poder público e população terão que ser conciliados com educação e respeito entre bicicletas,automóveis e pedestres.

Landi aponta que um dos grandes problemas das administrações municipais ,nos últimos 30 anos, é o de satisfazer vontades de grupos econômicos ou políticos em detrimento da população e de associações de bairro.Não há como apresentar um projeto sem infraestrutura urbana,placas e semáforos direcionados para atender aos ciclistas. “ Inclusive o Tatuapé,atualmente,vive problemas de congestionamentos,contudo não recebe planos voltados à melhoria no tráfego.Sendo assim,não podemos simplesmente instalar estações de bikes e lançar os ciclistas ao perigo”,reclamou.

O urbanista lembrou que é preciso investir em projetos que conciliem bikes,automóveis,motos e ônibus,focando principalmente no meio de transporte. “ E o Tatuapé tem potencial,pois está entre os bairros mais valorizados,juntamente com Vila Nova Conceição e Campo Belo,argumentou

No link abaixo, veja matéria virtual na íntegra,

http://gazetavirtual.com.br/edicoesvirtuais/gt/2021/#8/z

O engenheiro esteve ainda neste mês em Amsterdam e postou matéria interessante sobre a cidade das Bikes,veja o link abaixo,

https://engvagnerlandi.com/2014/08/13/amsterdam-a-capital-da-holanda-a-veneza-do-norte-europeu-the-capital-of-holland-the-venice-of-northern-europe/

Veja trecho da matéria editada pelo Jornal Gazeta do Tatuapé,

 Continuação da íntegra da matéria,

Na reunião do Conseg Tatuapé, realizada na segunda-feira, 18, o projeto “Bike Sampa” esteve entre os temas debatidos. O empresário Jailson dos Santos, por exemplo, afirmou não ser contra o plano de transporte sustentável, porém revelou não concordar com a maneira como o programa está sendo concebido. Para Santos, a estrutura instalada na Rua Euclides Pacheco, próximo à Rua Serra de Japi, atrapalha não só o trânsito, por ocupar uma faixa da via, mas também prejudica, por enquanto, a segurança dos motoristas. “Isso porque a base de apoio para as bicicletas não está amparada por uma sinalização de solo ou alguma placa informativa que avise o condutor do veículo com antecedência sobre a estrutura”, completou.

TRANSTORNOS
Com relação à chegada do “Bike Sampa” ao Tatuapé, Eduardo Scatena, eleito pelos moradores como membro do Conselho Municipal Participativo, na Subprefeitura Mooca, também disse ser favorável, contudo criticou o fato de algumas estruturas bloquearem a visão de pontos comerciais ou de gerarem transtornos aos motoristas. “Na Praça Silvio Romero, por exemplo, porque a Subprefeitura Mooca ou o Itaú não aumentaram o recuo da área para que a via de trânsito ficasse livre?”, questionou. Scatena chegou a perguntar para os representantes da subprefeitura e da CET, presentes à reunião, se eles tinham alguma informação, no entanto, os dois revelaram desconhecer o assunto e que iriam buscar respostas para depois levá-las aos moradores.

OUTROS LOCAIS
Além desses locais, o projeto vem sendo implantado em outros endereços, como as ruas Demétrio Ribeiro, na altura do número 570; Antonio Camardo, na altura do número 700; e Diamante Preto, na altura do número 160. Para o empresário que está abrindo uma imobiliária na Rua Diamante Preto, Sérgio Longano, é um absurdo que a Prefeitura tenha cedido o espaço para uma empresa particular e não tenha comunicado ninguém sobre a implantação do projeto.

Bike-Sampa-Itau-rua-Diamante-Preto-Carol-500x333

RECLAMAÇÃO
Longano afirmou ter que levar um cofre para o seu comércio, porém não sabe o que fazer, pois é muito pesado para carregar e não poderá parar na porta para descarregar. “O mais estranho é que a alguns metros existe uma área livre sem comércios ou casas e poderia ser utilizada. Agora, estou encaminhando uma reclamação para a Prefeitura e à ouvidoria do Itaú”, avisou.

Bike-Sampa-Itau-rua-Demetrio-Ribeiro-prox-a-praca-Ituzaingo-Carol-500x333

Para obter mais informações sobre a implantação do “Bike Sampa”, a reportagem desta Gazeta procurou as assessorias da CET e do Itaú, porém, até o fechamento desta edição, as duas ainda não haviam encaminhado respostas sobre o assunto.

Deixe seu comentário,clicando abaixo em Deixe seu Comentário,

Obrigado !!!

Sobre engvagnerlandi

Engenheiro Civil , formado Pela Faculdade de Engenharia São Paulo na capital paulistana , Especialista em Uso e Ocupação do Solo , Plano Diretor e Aprovações de Projetos e Licenciamentos na Grande São Paulo. Tem o Urbanismo como convicção , sempre defendendo uma Melhor Qualidade de Vida para os bairros de SAMPA
Esse post foi publicado em POLITICA URBANA e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Obrigado pela sua participação!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s