Cemitério da Vila Formosa – Destac apresenta projeto de Revitalização

Atualizado em setembro de 2014,

Na atual administração , o projeto de Revitalizacao do maior cemitério da América Latina de autoria da arquiteta urbanista Paula Zanelato ,da DESTAC , volta a pauta e pode se tornar realidade .

Matéria abaixo de 2004,

Cemitério Vila Formosa na mira dos urbanistas

Líquido eliminado por cadáveres pode provocar doenças em pessoas que vão aos locais

Em 2004, apresentamos ao subprefeito de Aricanduva, Formosa e Carrão, o projeto de construção de um crematório integrado a um parque local no Cemitério da Vila Formosa.

Na foto ao lado Vagner com o subprefeito Vicente Marques em 2004.

De acordo com o engenheiro urbanista Vagner Landi,o subsolo do cemitério da Vila Formosa, na zona leste, está contaminado por necrochorume, líquido que vaza na decomposição dos cadáveres. Esse líquido começa a ser eliminado um ano após a morte e pode transmitir doenças, devido à sua carga biológica perigosa, de vírus e bactérias,que em geral, cada corpo produz diariamente 200 mililitros de necrochorume, por pelo menos seis meses.

De acordo com a Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), a área onde está o cemitério de Vila Formosa está classificada como suspeita de contaminação desde 2006. A Cetesb aguarda que o Serviço Funerário Municipal envie estudos complementares para confirmar essa suspeita e o grau de contaminação.

A prefeitura tem que pensar com urgência neste fato que está se agravando a cada ano e não só pensar em reformar o velório e plantar algumas árvores.

O projeto apresentado engloba a criação de um Parque Ecumênico com Crematório para as pessoas de baixa renda evitando assim a diminuição de sepultamentos diretamente no solo,com abertura de simples valas,desrespeitando o ser humano e seus familiares que não têm condições de  dar uma despedida digna para seu ente querido,eliminando assim mais contaminação ao solo.

Para os que não aceitam a cremação, mudar o modelo de sepultamento, não sendo diretamente ao contato com o solo.

Veja abaixo a apresentação do projeto:

A apresentação ocorreu na Associação Comercial Distrital Tatuapé no dia 18 de agosto de 2010,ao Coordenador de Política Urbana Juarez Neves e demais moradores da região.

OBJETIVO:

Transformar o cenário existente em referência para outros cemitérios, fazer desta proposta um teste de expansão para outras áreas no município de São Paulo.

INTRODUÇÃO:

Criar dentro do cemitério da Vila Formosa uma estrutura inovadora,     proporcionando comodidade aos familiares e visitantes, transformando o grande espaço do cemitério em um parque ecumênico.

PROPOSTA:Roteiro dos Passos necessários para a implantação de um cemitério do tipo jardim acoplado com crematório.

 

  1. Identificação detalhada das potencialidades da área do atual Cemitério da Vila Formosa por meio da elaboração de um Plano Diretor do Cemitério que terá como objetivo o levantamento topográfico do território assim como a elaboração de sondagens para averiguação da posição do sistema das águas pluviais e propor as áreas adequadas para a implantação do projeto proposto;
  2. Elaboração e envio de Projeto de Lei à Câmara Municipal com o objetivo de modificação da categoria de bem municipal do atual Cemitério da Vila Formosa – de Bem de Categoria Especial para Bem Dominial de forma a permitir o usufruto da área pública por períodos mais longos;
  3. Definir a área para implantação do projeto de privatização e deixar a outra parte para dar continuidade às importantes funções públicas do atual cemitério;
  4. Implantar uma gerência privatizada para o inteiro território do atual Cemitério.

Capela Ecumênica

DIRETRIZES DE PROJETO:Transformar o cemitério em marco referencial;

Fazer desta proposta um teste de expansão para    outras áreas no   município de São Paulo;

  1. Transmitir através do projeto arquitetônico a passagem desta vida para outra além da morte, como se crê na maioria das religiões;
  2. Transformar grande parte do espaço do cemitério em um parque ecumênico, com várias funções, entre elas um crematório, salas de velório, capela ecumênica  e tornar possível a integração com a cidade sem gerar grandes choques a população;
  3. Desenvolvimento de paisagismo semelhante ao de um parque, com árvores, flores, bancos, bosque e outros elementos
  4. Criação de um espaço que ajudará na diminuição da demanda de sepultamentos e que automaticamente contribuirá com o aumento da área verde para a população.

Crematório

Justificativa

A ONU declara que nascem na terra cerca de 80 milhões de pessoas no mundo por ano e que atingimos uma marca de 6 bilhões de habitantes. Levando em consideração que a vida média do ser humano varia entre 65 à 68 anos, pode-se afirmar que a cada espaço de 70 anos , morre toda a população do globo terrestre e nasce outra , ainda maior.

            Basta pensar nestes números para deduzir a necessidade de espaço para sepultamento, acredito que a cremação seja a maneira mais sensata para resolver o problema da falta de espaço.

            Levando em consideração a falta de espaço, hoje no município de São Paulo existem 22 cemitérios ocupando 3 milhões de metros quadrados de terreno , enfrentando sérios problemas , inclusive o tema mais crítico , a contaminação.

Os cemitérios causam impacto ambiental considerável, como contaminação das águas por microorganismos que proliferam durante o processo de decomposição dos cadáveres, (necrochorume que é um líquido formado a partir da decomposição dos corpos)

 Vista interna da Capela

O risco para quem mora próximo de um cemitério é ainda maior, pois invariavelmente as águas acabam chegando às torneiras e levando doenças, como poliomielite, hepatite, tuberculose, escarlatina, gangrena gasosa e tantas outras.

 Vista interna do Crematório

Diante de tantos problemas, a proposta que  é uma obra de moderna estrutura e atendimento, para atender todas as classes sociais, inclusive a grande demanda de sepultamentos por dia de indigentes na capital.

Criar dentro do cemitério da Vila Formosa uma estrutura inovadora, proporcionando comodidade aos familiares e visitantes, transformando o grande espaço do cemitério em um parque ecumênico.

Para os urbanistas da DESTAC,estes projetos apresentados para a comunidade e políticos da região,são apenas com um único pensamento-“A MELHOR QUALIDADE DE VIDA EM NOSSA REGIÃO E A VALORIZAÇÃO UNINDO-SE A REVITALIZAÇÃO URBANA DESTA SÃO PAULO CONSTRUÍDA IRREGULARMENTE”

OBS:Deixe um comentário clicando abaixo em ” deixar um comentário”com seu e-mail para ser publicado,agradecemos !

 

Sobre engvagnerlandi

Engenheiro Civil , formado Pela Faculdade de Engenharia São Paulo na capital paulistana , Especialista em Uso e Ocupação do Solo , Plano Diretor e Aprovações de Projetos e Licenciamentos na Grande São Paulo. Tem o Urbanismo como convicção , sempre defendendo uma Melhor Qualidade de Vida para os bairros de SAMPA
Esse post foi publicado em POLITICA URBANA, Uncategorized e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Cemitério da Vila Formosa – Destac apresenta projeto de Revitalização

  1. Ronaldo Cupertino de Moraes disse:

    PROTOCOLO PARA ELABORAÇÃO DE
    PROJETOS DE CEMITÉRIOS PARQUE

    Prezados Senhores:

    Cemitérios constituem-se em importantes equipamentos de uso urbano e rural.

    Alguns avanços importantes, que até mesmo ainda não foram adotados em outros países onde já existe tradição na operação destes equipamentos urbanos, são indicados neste Protocolo, em face das exigências brasileiras de proteção ambiental, que acarretaram significativas melhorias no desempenho e isenção na implementação de cemitérios.

    A Resolução 335/03 do CONAMA veio preencher uma lacuna na normalização de cemitérios de maneira geral.

    Na forma de apostila, o presente estudo tem-se apresentado como de grande utilidade para projetista, empresas afins e órgãos públicos, no momento de desenvolver projetos e melhorias em Cemitérios Parque.

    Você pode adquirir sua apostila de PROTOCOLO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE CEMITÉRIOS PARQUE através do e-mail cupertino@terra.com.br ou pelo telefone 27 9265 4495. Você receberá sua apostila pelos Correios.

    Contate-nos para receber maiores informações.

    O valor da apostila é R$ 35,00 mais postagem. A apresentação do documento é de cópias reprográficas, com capas plásticas e fixação em helicóide plástico.

    Ronaldo Cupertino de Moraes
    Arquiteto e Urbanista

    Rua José Penna Medina, 60/902 – 29101-320 – Vila Velha – ES – (27) 3063 6167 – (27) 9265 4495

    Curtir

Obrigado pela sua participação!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s