Oscar Niemeyer – Arquitetura e Urbanismo em luto – O mestre faleceu aos 104 anos – Oscar Niemeyer – Architecture and Urbanism in mourning – The master died at age 104

DSC00724Homenagem a este ícone da arquitetura mundial “Oscar Niemeyer”,orgulho do nosso Brasil.

DA4588BF97B4A9523430FE7E5DAF

O arquiteto Oscar Niemeyer faleceu às 21:55H,nesta em 05 de dezembro de 2012,aos 104 anos. Ele estava internado há 33 dias por infecção renal.

A7BACF3050405B24E51F6C8D9BDD1_h498_w598_m2 (1)

Niemeyer amava o Brasil,pois seus projetos tinha a inspiração em seu poema ,

Não é o ângulo reto que me atrai,

Nem a linha reta dura inflexível criada pelo homem,

Eu quero a curva livre e sensível que encontro nas montanhas do meu país,

No curso sinuoso dos rios,

Das ondas do mar,

Do corpo da mulher amada,

De curvas é feito o universo,

O universo curvo de Einstein

EB30DA0DB8CDBAE13DE8AE6893ED_h387_w598_m2_q90_cDiAfpcHg

Inspirado nas belas mulheres,muito amigo de Vinicius de Moraes,é claro,visto pelo seu poema que projeta ou canta as curvas das mulheres brasileiras,que realmente são as mais belas do mundo!

Oscar Niemeyer e Vinícius de Morais,acima

Na imagem abaixo, Niemeyer com o arquiteto Lúcio Costa

F1F6A5E53F9212B9B4D7A619D86A4_h387_w598_m2_q90_czbyJunZS

Neimeyer sempre foi comunista ,mas muito valorizado mundialmente,pois no exilo fez com que projetasse varias obras no exterior como na França,

Centro Cultural da França ,quando exilado na França e a Sede do Partido Comunista

350px-Ccongyn

http://pt.wikipedia.org/wiki/Centro_Cultural_Oscar_Niemeyer

Muito admirado por Fidel Castro seu grande guru comunista,

Niemeyer em seu atelier com Fidel Castro e Barbosa Lima Sobrinho,

C3FC7FB825A8BD2A247B992A566_h387_w598_m2_q90_cCVCWulWW

Fidel Castro, discursa ao lado de Oscar Niemeyer no Museu de Arte Contemporânea, o MAC

1C19FF08282BEAB65A037BCBF8A5E_h498_w598_m2_q90_cIHlkXBMp

Museu no Rio de Janeiro,surgiu de um rabisco,

500px-Niteroi_Museu_de_Arte_Contemporanea_2005-03-15

http://pt.wikipedia.org/wiki/Museu_de_Arte_Contempor%C3%A2nea_de_Niter%C3%B3i


A7BACF3050405B24E51F6C8D9BDD1_h498_w598_m2 (1)Complexo das Nações Unidas, nos Estados Unidos,onde na foto mostra o jovem arquiteto explicando o projeto aos americanos,

UNO_New_York

http://pt.wikipedia.org/wiki/Sede_da_Organiza%C3%A7%C3%A3o_das_Na%C3%A7%C3%B5es_Unidas

12601DE840B888DB688803FCA87E6_h498_w598_m2

Imagem de arquivo mostra o arquiteto ao lado do então presidente da República Juscelino Kubitschek, na década de 50, durante a construção de Brasília

 

linhadotempo

História

Foi um dos profissionais mais premiados e influentes do mundo. Seu trabalho, sempre cheio de curvas em concreto que tornavam seu estilo inconfundível, marcou a paisagem urbana do Brasil e de outros países. Oscar Ribeiro de Almeida de Niemeyer Soares Filho nasceu no bairro das Laranjeiras, na Zona Sul do Rio de Janeiro, no dia 15 de dezembro de 1907. Apaixonado por futebol e pelo Fluminense, Niemeyer chegou a jogar no time juvenil do clube de Laranjeiras.

Casou-se cedo. A união com Annita Baldo foi aos 21 anos, quando Niemeyer ajudava o pai na tipografia. Em 1929, entrou para a Escola Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro, onde cinco anos depois formou-se engenheiro arquiteto. No meio do período da faculdade, em 1932, nasceu Anna Maria, sua única filha, que morreu em junho de 2012.

O casamento com Annita Baldo, a primeira mulher, durou 76 anos, quando ela morreu, em 4 de outubro de 2004. Casou-se novamente em 2006, com sua secretária, Vera Lúcia Cabreira.

Os primeiros passos na carreira que o consagraria como um dos nomes mais influentes na arquitetura foi dado no escritório de Lúcio Costa e Carlos Leão, onde fez estágio sem remuneração. Niemeyer teve a oportunidade de conhecer outro gênio da arquitetura ao ser designado por Lúcio Costa para ajudar Le Corbusier, famoso arquiteto suíço, que estava de passagem pelo Brasil, em 1936, para colaborar com o projeto do prédio do Ministério da Educação no Rio.

Ativista político


Em 1940 Niemeyer conhece Juscelino Kubitschek, então prefeito de Belo Horizonte, e realiza seu primeiro grande projeto, o Conjunto da Pampulha, no bairro na capital mineira, que incluía o cassino, a Casa do Baile, o clube e a igreja de São Francisco de Assis.

Boa parte das obras mais importantes do arquiteto serviu a projetos ideológicos e políticos. Niemeyer projetou o parque Ibirapuera e o Edifício Copan, ambos em São Paulo. Em 1956, com JK na presidência do Brasil, organizou o plano piloto de Brasília e foi responsável pela construção da nova capital federal.

Com traços ousados, o filho do modernismo criou o Itamaraty, o Alvorada, o Congresso, a Catedral, a Praça dos Três Poderes, entre outros prédios e monumentos: “Nós começávamos a imaginar quando é que Brasília iria surgir. De repente, aparecia uma mancha azul no horizonte. Ela ia crescendo. Depois apareciam os contornos e começávamos a dizer: ali é o Teatro, lá é o Congresso, a Torre. Brasília surgia como num passe de mágica, um milagre”, contou ele.

A participação de Niemeyer na vida política do Brasil fez dele um intelectual comprometido com seu tempo. Comunista histórico – se filiou ao Partido Comunista Brasileiro (PCB) em 1945 -, o arquiteto teve seu escritório no Rio invadido no golpe de 1964. Depois de passar por interrogatório na polícia, decidiu morar fora do Brasil.

Conviveu com Jean-Paul Sartre em Paris, passou seis meses em Israel, elaborou o projeto da Universidade Constantine, na Argélia, na África, e nesse mesmo período, desenvolveu a sede da ONU em Nova York, nos Estados Unidos.

Niemeyer passou a ganhar projeção internacional e nos anos 70 abriu seu escritório na Champs Elysées, em Paris. O arquiteto também projetou a sede da editora Mondadori, em Milão, na Itália. Foi nesse período que ele influenciou a arquitetura mundial. As amizades iam do pintor Cândido Portinari ao maestro Villa-Lobos, passando por Fidel Castro e Chico Buarque.

Obras em curvas

Niemeyer sempre defendeu o uso do monumental na arquitetura, com certa obsessão pela leveza em contradição com o concreto. A forma é a curva, com que substituiu a tradição milenar de ângulos e retas.

Ele retornou ao Brasil no início dos anos 80, período da anistia dos exilados no governo de João Figueiredo. Para consolidar os projetos do amigo Darcy Ribeiro, antropólogo e então vice-governador do Rio na época de Brizola, ele projetou os CIEPs (Centro Integrado de Educação Pública) e o Sambódromo do Rio.

A cidade de Niterói é a segunda do Brasil com o maior número de trabalhos do arquiteto, depois de Brasília. Após o consagrado Museu de Arte Contemporânea (MAC), foi projetado o Caminho Niemeyer, um complexo de edificações assinadas pelo mestre e voltado para a cultura e a religião. As obras foram distribuídas ao longo da orla da Baía de Guanabara, se iniciando pelo Centro da cidade. Entre as nove construções projetadas, está o Teatro Popular, inaugurado em 2007.

Centenário
No mesmo ano, o mestre da arquitetura completou 100 anos de vida. A comemoração contou com a presença de cerca de 600 amigos e familiares. No dia, Niemeyer citou mais de uma vez que a vida não é fácil e que, se tivesse que resumi-la numa palavra, escolheria a solidariedade: “Os pobres ficam vendo os palácios de hoje sem poder entrar”, disse. “A vida não é justa. E o que justifica esse nosso curto passeio é a solidariedade”.

A família era composta pela então esposa Vera Lúcia Cabreira, a filha Anna Maria, além de quatro netos, 13 bisnetos e seis tataranetos.

Apesar de tanto sucesso – recebeu todos os prêmios imagináveis, incluindo o prestigioso Pritzker em 1988 e a Ordem do Mérito Cultural – Oscar Niemeyer era um homem modesto. Para os íntimos, ele confessou que não conseguia entender a razão de tanta reverência. “Trabalhei muito, fiz meu trabalho na prancheta, como um homem comum…”.

Veja abaixo lista de obras completas e projetos de Niemeyer no exterior:
1938 – Pavilhão Brasileiro na Feira Mundial de Nova York (Nova York – EUA) – desmontada
1947 – Sede da ONU (Nova York – EUA)
1947 – residência de Burton Tremaine (Santa Bárbara – EUA) – projetada
1955 – Museu de Arte Moderna (Caracas – Venezuela) – projetada
1957 – Prédio para a exibição Interbau (Berlim – Alemanha)
1962 – Feira Internacional e Permanente do Líbano (Trípoli – Líbano)
1963 – Universidade de Haifa – pré-projeto (Haifa – Israel)
1966 – Pestana Casino Park  (Funchal – Portugal)
1968 – Centro Cívico (Argel – Argélia) – interrompida
1968 – Mesquita de Argel sobre o mar (Argel – Argélia)(projetada)
1968 – Sede da Editora Mondadori (Milão – Itália)
1969 – Universidade Mentouri (1ª etapa) (Constantine – Argélia)
1971 – Sede do Partido Comunista Francês (Paris – França)
1972 – Centro Cultural Le Volcan (Le Havre – França)
1972 – Bolsa do Trabalho (Bobigny – França)
1975 – seda da FATA Engenharia (Turim – Itália) – projetada
1975 – Escola Politécnica de Arquitetura e Urbanismo (Argel – Argélia)
1975 – Sala Poliesportiva “A Cúpula” (Argel – Argélia)
1980 – Mesquita estadual de Penang (George Town – Malásia)
1981 – Ilha de Lazer (Abu Dhabi – Emirados Árabes Unidos)
1989 – Sede do jornal L’Humanité (Seine-Saint-Denis – França)
2001 – Auditório (Ravello – Itália) – projetada
2001 – Acqua City Palace (Moscou – Rússia) (projetada)
2003 – Pavilhão da Galeria Serpentine (Londres – Reino Unido)
2006 – Centro Cultural Principado de Astúrias (Avilés – Espanha)
2007 – Centro Cultural (Valparaíso – Chile) – projetada
2007 – Universidade de Ciência e Informática (Havana – Cuba ) – inacabada
2008 – Puerto La Musica (Rosário – Argentina)
2010 – Auditório (Ravello – Itália) – projetada

São Paulo,guardará para sempre,os traços do mestre,notados quando fazemos nossa caminhada no Parque do Ibirapuera,suas obras,como a Oca,Marquize,Auditório este concluido na gestão da prefeita Marta Suplicy a oito anos atrás,o que foi muito bom para São Paulo.

Do Parque,

parque_ibirapuera3

Coube ao arquiteto Oscar Niemeyer a responsabilidade pelo projeto arquitetônico e a Roberto Burle Marx, o projeto paisagístico (embora este nunca tenha sido executado), sendo, no entanto, construído o projeto do engenheiro agrônomo Otávio Augusto Teixeira Mendes.

imagesCAUTUARR

http://pt.wikipedia.org/wiki/Parque_Ibirapuera

 

 

 

Deus lhe deu um prêmio maior que todos que recebeu,104 anos dedicados a cultura arquitetônica,sendo o único arquiteto brasileiro com mais de cem obras premiadas internacionalmente,ficando para a história sem dúvida nenhuma,

Parabéns Oscar Niemeyer,você foi o cara !!!

Deixe seu comentário clicando abaixo,em “Deixe seu Comentário”

Obrigado !

Sobre engvagnerlandi

Engenheiro Civil , formado Pela Faculdade de Engenharia São Paulo na capital paulistana , Especialista em Uso e Ocupação do Solo , Plano Diretor e Aprovações de Projetos e Licenciamentos na Grande São Paulo. Tem o Urbanismo como convicção , sempre defendendo uma Melhor Qualidade de Vida para os bairros de SAMPA
Esse post foi publicado em POLITICA URBANA, Uncategorized e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Oscar Niemeyer – Arquitetura e Urbanismo em luto – O mestre faleceu aos 104 anos – Oscar Niemeyer – Architecture and Urbanism in mourning – The master died at age 104

  1. sergio borges disse:

    Niemeyer o melhor Arquitecto de sempre, um Homem incomparável apenas suplantado pelo seu Génio criativo……

    Curtir

Obrigado pela sua participação!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s