Barcelona – Espanha – Arquitetura de Gaudí – Barcelona – Spain – Architecture of Gaudi – 巴塞羅那 – 西班牙 – 高迪建築

Barcelona – Espanha

O urbanista em mais uma visita internacional 2012,aprimorando projetos e seu conhecimento em política urbana e revitalização de cidades,visando sempre a melhor qualidade de vida tão defendida em nosso Blog,para os bairros da capital paulistana,levando idéias para os nossos governantes com projetos e participações em Audiências Públicas,principalmente com a aproximação da Copa 2014.

Barcelona,podemos resumir numa Historia e Geografia fenomenal,arquitetura profetizada por ícones de séculos passados,sem dúvida nenhuma a Catalunha é irresistível aos turistas,um dos lugares do mundo com seus mais belos recantos,na opinião dos europeus,asiáticos,sul americanos e norte americanos e outros,pois não existe melhor vida que a vida de turista!

Sem dúvida, a cidade mais interessante, não só nesta região, mas também em toda a Espanha . Na primavera e no verão o local é visitado por milhões de turistas de todo o mundo.Barcelona não precisa anunciar ,pois é uma metrópole vibrante com as cores dos prédios vindo das mãos de Antoni Gaudí ,o charme de La Rambla – provavelmente a avenida mais famosa do país – lojas tentadoras ao charme do sul. Fãs de futebol  sonham em  visitar o estádio do FC Barcelona, ​​o Camp Nou .

A praia a um passo do centro da cidade,dá aquele contraste diverso de outras cidades européias,é claro no verão é bem melhor,mas a Catalunha é muito gostosa !

Barcelona,é mais gostoso que Madri,opinião unânime de todos que a visitam,por ter seguido um planejamento urbano mais atualizado aos dias de hoje,mais acessível e mais agradável,prazerosa por ser a beira mar,pode ser !

Paisagens modernas conciliadas às antigas históricas,sendo a segunda maior cidade da Espanha,atrás da bela e maravilhosa Madri.

O charme de Barcelona está em cada canto descoberto pelo turista curioso e põe curioso nisso, tornando sua viagem mais gostosa e lá não tem esta frescura e o nazismo da fiscalização municipal paulistana em não deixar colocar um guarda sol com cadeiras charmosas sobre as calçadas largas para se tomar um vinho,uma cerveja ou um drink nativo.

O legal é você entrar naquelas vielas ou ruelas antigas sem saber onde sair e descobrir lojinhas,botecos,galerias,tirando fotos maravilhosas de ruínas romanas,igrejas medievais,palácios góticos.

A segurança é vista a todo o momento com policiamento ostensivo com carros policiais parados em trechos estratégicos e motoqueiros fardados sempre em duplas, chegando logo aos locais sob suspeita, proporcionado ao turista ou residente local.

Tocando no assunto segurança, nestas cidades espanholas, se o camarada malandro te assaltar com pistola na mão e for pego, está ferrado pro resto da vida, enquanto se assaltar sem arma, tipo roubar sua sacola ou bolsa, a pena é mais branda, mas de qualquer maneira vai estar ferrado também.

O ponto zero para que conhecer Barcelona pela primeira vez é a Praça da Catalunha,de onde você vem ou vai de Metrô ou ônibus e começar descobrir os segredos da cidade,começando pelo famoso calçadão mundial chamado Las Ramblas.

Quem for a Las Ramblas e andar desde a Praça Catalunha até o final que dá a beira mar,não vai deixar de entrar no Mercado de La Boqueria e deliciar um famoso Jamon,comprar frutas secas ou uma saladinha de frutas fresquinha e barata.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Presunto

http://www.boqueria.info/

Seguir também pelo bairro Gótico citado acima e poder caminhar ao sul até o porto de Barcelona,com sua bela marina onde pode-se ver os grandes iates dos famosos galanteadores espanhóis e sem poder de passear no teleférico da Beira Mar de Barceloneta até o Montijuic,para apreciar a bela paisagem de Barcelona e vistiar Las Ramblas como uma linha verde no mapa original da cidade,como uma pincelada de Picasso.

Impressionante são os vários pontos turísticos da cidade de Barcelona tornando-a uma das cidades mais visitadas no mundo,com cerca de sete milhões de visitantes anuais,magnífico !

Os pontos turísticos que o turista não pode deixar de conhecer pela primeira vez,podemos destacar a seguir e todos podem ser feitos pelos ônibus de turismo,de 25 a 30 Euros por dois dias consecutivos,descendo e subindo a hora que quiser,com fones de ouvidos em português,também.

As obras de Antoni Gaudí são sete monumentos situados em Barcelona, desenhados pelo arquitecto Antoni Gaudí no final do século XIX e início do século XX. O Parque Güell, o Palácio Güell e a Casa Milà foram declarados Património Mundial pela UNESCO em 1984 e os restantes monumentos em 2005,Casa Milá,Casa Vicens,Fachada da Natividade e Cripta da Sagrada Família,Casa Batlló e Cripta da Colónia Guell..

http://pt.wikipedia.org/wiki/Obras_de_Antoni_Gaud%C3%AD

Parque Guell,

O Parque Güell é um reflexo da plenitude artística de Gaudí; pertence à sua etapa naturalista (década de 1900), período no qual o arquiteto catalão aperfeiçoou o seu estilo pessoal, inspirando-se nas formas orgânicas da natureza e pondo em prática uma série de novas soluções estruturais originadas na sua análise da geometria regrada. A isso acrescentou uma grande liberdade criativa e uma imaginativa criação ornamental; partindo de um certo barroquismo, as suas obras adquirem grande riqueza estrutural, de formas e volumes desprovidos de rigidez racionalista ou de qualquer premissa clássica.

No entanto, embora contenha vários elementos característicos da fase final da carreira de Gaudí, como a preferência por colunas inclinadas e o uso do trencadís.

O parque apresenta uma mistura de elementos de diferentes estilos (românico, barroco, dórico, pré-romano, etc.) que remete para as suas primeiras obras.

Uma das características mais marcantes do Parque Güell é o contraste entre as texturas e cores dos diferentes materiais de construção (cerâmica brilhante e multicolorida versus pedra rústica castanha), tão apreciado pelos arquitetos modernistas.

Este é de fato um dos lugares mais bonitos e diferentes para quem gosta de arte arquitetônica e dá pra se ter uma ideia de onde vieram os famosos caquinhos de azulejos que vemos em muitas residencias em São Paulo.

A casa onde viveu Antoni Gaudí entre 1906 e 1926,preservada até hoje com móveis projetados por Gaudí e também móveis expostos de outras residências de clientes do mestre.

Quando você for no Parque Gaudí,o ônibus de turismo vai deixá-lo próximo e terá que subir uma rua para sair no parque e não deixe de tomar um refrigerante ou uma cervejinha numa viela chamada,Passatge de Mercedes após a visita ao parque……………..Saúde !!!

http://pt.wikipedia.org/wiki/Parque_G%C3%BCell

Palácio Guell,

O pequeno palácio Gaudí foi projetado e teve que ser construído em um terreno de 18 x 12 metros,poia a planta foi resolvida com uma cúpula, janelas e escadas, dando um maior efeito visual dentro de um espaço pequeno,mas Gaudí deu a solução.

O edifício é construído em um porão com cogumelo em forma de colunas e pirâmide truncada. Portas de entrada são feitas de ferro e esculpiram serpentes entrelaçadas representando a direção do movimento. O grande salão central tem uma cúpula parabólica. O terraço é muito bonito e é um museu ao ar livre verdadeiro.

http://www.gaudidesigner.com/uk/palacio-guell.html

Casa Milà(La Pedrera)

O edifício de um conceito a parte da arquitetura convencional em que Gaudi deveria estar numa inspiração lunática de pura arte,desafiando um futuro infinito,considerado como uma escultura digna de uma obra de arte, paralisando os olhares de quem a vê pela primeira vez.

Seu nome de Pedrera,foi porque na época entre 1905 e 1907,nos olhares dos mais poderosos era considerado feio pela burguesia.

Defino assim esta construção fora do comum,considerando-a como inspiração nas ondas do mar,com um toque tribal africano que sabe,um toque de favos de abelhas por todo lado,impressionando até em movimentos reais no seu conceito geométrico sem ligação ao ponto infinito numa prancheta de arquitetura.

Casa Vicens, (1883-1888)

Manuel Vicens,alto burgues espanhol,dono de uma fábrica de tijolos e azulejos,contratou Gaudi para construir sua casa de verão na Calle les Carolines , 24.

Gaudi,ainda jovem sem experiência na construção de edifícios,mas querendo uma oportunidade para expor seu trabalho e sua arte,começou a obra em 1883. O terreno não era grande mas Gaudi fez um projeto para adequa-lo as obras convencionais da época.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Casa_Vicens


Casa Batlló,

Casa Batlló é um edifício, situado no nº 43 do Paseo de Grácia, na chamada Ilha da Discórdia, num bairro modernista da cidade de Barcelona. Foi construída no período 1875 a1877.

Por volta de 1900 o arquitecto Antoni Gaudí é contratado pelo proprietário Don José Batló Casanovas para projetar um novo edifício para o local, demolindo o existente. No entanto, tempos depois, o proprietário mudou de ideias e optou por uma reforma, executada pelo arquiteto no período de 1904 a 1906.

A fachada principal, tal como o interior do edifício, captam a atenção do espectador com os inúmeros detalhes e as originais ondulações do telhado e dos balcões, que parecem simplesmente brotar da parede plana.

Em Barcelona, a casa é conhecida como A Casa dos Ossos, devido ao formato dos balcões exteriores, que se assemelham a um crânio.

http://www.casabatllo.es/ca/

O FAMOSO QUARTEIRÃO DA DISCÓRDIA

Estas construções citadas acima,que ao primeiro olhar são completamente esquisitas são conhecidas na Catalunha como o Quarteirão da Discórdia,que situa-se num trecho da avenida Passeio da Gracia onde estão localizadas as três casas que foram projetadas e construídas por três arquitetos concorrentes,podemos dizer rivais,no início do século passado,a casa Batló (1875 a1877).de Gaudí,a casa Amatller (1898 e 1900).de Puig I Cadafalch e a casa Lléo Morera (1864, e foi renovado no início de 1902) de Domènech I Montaner e na esquina próxima Gaudí arrasou com a Pedreira para detonar todo mundo.

A casa Batló é a única que fica aberta  para visitação e a noite impressiona pois iluminada conquista qualquer um com suas sacadas em forma de máscaras de um baile sinistro.

Onde ficam:

Casa Batlló (Passeig de Gràcia, 43) – foto acima

Casa Lleó Morera (Passeig de Gràcia, 35)

Casa Amatller (Passeig de Gràcia, 41)

Mais obras de Gaudí,

Cripta da Colónia Guell,

A Cripta ,tal qual o Parque Guell,foram obras de Gaudí,que mais se aproximaram da natureza,dando toda a expressão de uma energia positiva na inspiração deste mestre da arquitetura,relatando suas palavras em formas de espiritualidade,

“Nada é arte se não procede da natureza de onde vêem as mais extraordinárias, maravilhosas e bem concebidas formas… A natureza é obra do Criador e, sem a espiritualidade, a arquitetura não passa de ser uma técnica com retóricas pseudofilosofias. A arte é recriar com imaginação humana as formas que, desde o princípio do mundo compõem este planeta.”

Antoni Gaudí

http://pt.wikipedia.org/wiki/Cripta_da_Col%C3%B3nia_G%C3%BCell

A Qualidade de Vida em Barcelona,parece ser uma das melhores do mundo,mas Barcelona está no 40 º lugar e Madri em 44º no Rank do último levantamento pela Empresa de Consultoria Mercer.

Esta tabela abaixo dá o Rank de 2010 e o de 2011 afirmada por esta empresa que serve para muitos estudantes em seus trabalhos escolares sintonizando a preocupação de encontrar o caminho para muitos políticos conscientes em cidades do mundo inteiro que se preocupam em suas gestões administrativas em elevar o patamar da melhor qualidade de vida que tanto defendemos em nosso BLOG.

2011 Rank 2010 Posição Cidade País
1 1 Viena Áustria
2 2 Zurique Suíça
3  4 Auckland Nova Zelândia
4  7 Munique Alemanha
 5 6 Düsseldorf Alemanha
 6 5 Vancouver Canadá
7  8 Frankfurt Alemanha
8 3 Genebra Suíça
 9 9 Bern Suíça
 10 11 Copenhague Dinamarca
11 10 Sydney Austrália
12 13 Amsterdam Holanda
13 12 Wellington Nova Zelândia
14 14 Ottawa Canadá
15 16 Toronto Canadá
16 23 Hamburgo Alemanha
17 17 Berlim Alemanha
18 18 Melbourne Austrália
19 19 Luxemburgo Luxemburgo
20 20 Estocolmo Suécia
21 21 Perth Austrália
 22 15 Bruxelas Bélgica
 23  22 Montreal Canadá
24 24 Nürnberg Alemanha
25 28 Cingapura Cingapura
 26  25 Canberra Austrália
 27  26 Dublin Irlanda
28 30 Stuttgart Alemanha
29 31 Honolulu EUA
 30  32 Adelaide Austrália
 31 34 Paris França
 32  33 San Francisco EUA
 33  29 Calgary Canadá
 34  27 Oslo Noruega
35 35 Helsinque Finlândia
36 37 Boston EUA
37 36 Brisbane Austrália
38 39 Londres Reino Unido
39 38 Lyon França
40 44 Barcelona Espanha
41  45 Lisboa Portugal
42  41 Milão Itália
 43 46 Chicago EUA
 44 48 Madri Espanha
 45  47 Washington DC EUA
44 40 Tóquio Japão
47 49 New York City EUA
48 50 Seattle EUA
 49  42 Kobe Japão
50 43 Yokohama  Japão

Para 2012 o Rank das dez primeiras não modificou muito,

1 Viena Áustria
2 Zurique Suíça
3 Auckland Nova Zelândia
4 Munique Alemanha
5 Vancouver Canadá
6 Düsseldorf Alemanha
7 Frankfurt Alemanha
8 Genebra Suíça
9 Copenhagen Dinamarca
10 Bern Suíça

 

Igreja Sagrada Familia

Cripta da Sagrada Família,é conhecida principalmente por sua magnífica arquitetura, mas tem muito mais a oferecer. 

Sagrada Família – uma obra-prima arquitetônica de Antoni Gaudi é uma obrigação no mapa da capital da Catalunha . Impressiona com o seu tamanho, especialmente quando comparado com a altura média dos edifícios em Barcelona .A subida é pelas escadas estreitas para as torres, realça a visão da grande cidade e variados de detalhes arquitetônicos, que você não pode ver o fundo,magnífico.

Outro passeio que você precisa ter tempo,pois as filas são enormes para entrar e muita paciência para ver todos os detalhes e pegar o guia eletrônico para saber dos detalhes das esculturas interpretadas pelo artista Gaudi,onde a principal é Cristo crucificado sem os pés juntos na cruz,merece uma foto.

A igreja é tão imensa que as obras de restauração parece que nunca terão fim,pois são muitos detalhes e o trabalho está sendo feito com muita precisão.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Templo_Expiat%C3%B3rio_da_Sagrada_Fam%C3%ADlia

La Rambla

La Rambla é a rua mais famosa de Barcelona. A larga avenida liga a Plaça de Catalunya , uma praça movimentada, como Munumento de Colombo e a orla da cidade.

A rua, muitas vezes lotada é popular entre turistas e moradores locais. A parte do meio da Rambla é pedonal e cercada por árvores.

Quiosques, bancas de flores e artistas de rua estão em abundância aqui. Tráfego passa em ambos os lados da área de pedestres.

História

A Rambla era originalmente um pequeno riacho que flui do lado de fora das muralhas da cidade.Nos conventos do século 16 e uma universidade foram construídas, ao longo do rio. No século 19, a muralha da cidade foi demolido e edifícios foram construídos ao longo do rio agora secou. Os edifícios originais foram demolidos, mas eles são lembrados em alguns dos nomes dos cinco partes diferentes da Rambla. Mesmo que seja uma rua contínuo, a Rambla, na verdade, consiste em cinco Ramblas. É por isso que a rua também é chamado de Las Ramblas (espanhol) ou Ramblas (Catalão).

http://pt.wikipedia.org/wiki/La_Rambla_(Barcelona)

Estadio do Barcelona

Ir na Catalalunha e não conhecer o Estádio do Barça,não pode,pois é o time mais cobiçado do mundo atualmente e visitar sua loja para comprar um boné original pelo menos.

Para os amantes do futebol visitar o estádio é primordial,mas tem que gastar 28 euros por pessoa para fazer o tour e ver o estádio e pisar no gramado e ficar abismado com o show de tecnologia ao toque dos dedos e sentir as conquistas de cada troféu.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Futbol_Club_Barcelona

Museu Picasso

O Museu Picasso de Barcelona, como o seu próprio nome indica, está dedicado exclusivamente ao artista Pablo Picasso. O museu alberga uma coleção permanente com mais de 3.600 obras de arte, correspondentes à época de formação e juventude do pintor. Situado no núcleo histórico de Barcelona, esse museu é um dos mais visitados da cidade, por isso não se surpreenda se encontrar uma longa fila ao longo da Calle (rua) Montcada.

Por meio, dessa coleção, o museu pretende mostrar a estreita relação entre o artista e a cidade de Barcelona. Além disso, a maior parte do acervo que alberga o museu são obras realizadas durante a juventude do artista, as quais foram doadas pelo próprio pintor. Este museu, inaugurado em 1963, está situado em um edifício de grande valor histórico, o Palácio Aguilar, construído no séc. XIII.

As obras do museu estão organizadas de forma cronológica. Alguns exemplos do que se pode ver no museu são os quadros da época de Málaga e Barcelona, a fase azul, a fase rosa ou as obras da faceta ceramista de Picasso. Além da coleção permanente, o museu acolhe várias exposições temporárias ao longo do ano.

http://www.museupicasso.bcn.cat/en/

Rua Montcada

Montcada rua foi aberta em meados   do século XII pela família de mesmo nome, a fim de comunicar os bairros Barcelona de Boria e de La Ribeira . As terras eram de propriedade de Montcada e logo se tornou a forma burguesa cidade por excelência medieval . Inúmeros palácios abriu suas portas para a rua entre os séculos XIV e XVIII, quando começou o declínio do caráter burguês da rua.

Hoje esta rua é o núcleo da arquitetura civil da cidade mais importante medieval e chegar a ela belos exemplos da arquitetura gótica civil, Barcelona como são os palácios de Berenguer de Aguilar (casa do Museu Picasso ), Cervelló-Giudice ( Maeght Gallery), Dalmases, do Marquês de Llió ( Rocamora Museu de Desgaste ), etc., todos cuidadosamente restaurada e transformada para acolher galerias de arte e museus.

Varias Galerias de Arte e lojas num charme arquitetônico no começo da noite

Metro em Barcelona

Ir para Barcelona,mesmo que seja pela primeira vez,não precisa ir de excursão,vá com quem você gosta,pois não terá problemas com a língua,pois entendemos perfeitamente os espanhóis,mas o idioma arrastado dos catalanenses,as vezes atrapalha,mas são super simpáticos e brincalhões.Não hesite,ande de Metrô e ônibus,pois o bilhete serve para os dois e compre sempre de dez unidades.

O mapa é simples e guarde sempre a estação onde começou,o número ou cor,é rápido e as pessoas são educadas e acolhedoras para qualquer informação e sempre irá encontrar alguns artistas tocando uma sanfona,um violão ou violino para agradar e te relaxar em troca de um ou dois euros…Barcelona é um mar de artistas em cada esquina,tornando a cidade num clima poético e amoroso………….

E VIVA A CATALUNYA !!!

http://pt.wikipedia.org/wiki/Metro_de_Barcelona

Avenida Diagonal em Barcelona

Avenida Diagonal, é uma das maiores e mais importantes avenidas de Barcelona cortando o centro da cidade em duas partes, diagonalmente em relação à costa, de onde provém o seu nome.

Projetada pelo engenheiro urbanista catalão  Ildefons Cerdà como uma das vias principais da cidade, juntamente com a Avenida Meridiana, cortam obliquamente a quadricula do bairro de Eixample.

As duas avenidas encontram-se na Plaza de las Glorias Catalanas, e juntamente com a Gran Via de les Corts Catalanes, também desenhadas por Cerdà, criando uma centralidade.

A avenida começa noDistrito de Sant Marti,perto de San Adrián del Besós, Ronda del Litoral à beira mar, e cruza diagonalmente a cidade na direção deLérida e Madri, terminando na Ronda de Dalt.

Com uma largura constante de 50 m, e 11 km de comprimento, tem em quase toda a sua extensão um passeio central para pedestres.

Ao longo da avenida encontram-se todo o tipo de lojas e escritórios, sendo uma zona preferencial para o comércio.

Espanha(Um pouquinho de política Catalã)

Presidente da Catalunha já prevê a independência

Pedro Duarte
18/11/12 16:30

“Ao próximo presidente regional eles [os políticos espanhóis] não poderão destruir porque já não vai depender da Espanha”, afirmou esta tarde Mas, durante um comício eleitoral em Barcelona.

O líder regional catalão reage assim às acusações de corrupção que foram levantadas contra si e ao seu predecessor Jordi Pujol por políticos de Madrid. Mas afirma que estas não passam de “ataques contra a Catalunha” que fazem parte do “jogo sujo do Estado” espanhol, após o seu partido CiU ter prometido realizar um referendo sobre a independência da Catalunha, caso seja reeleito após as eleições locais do dia 25.

“Eles [os políticos do sistema em Madrid] estão dispostos a quaisquer calúnias e difamações, e mesmo a fabricar provas falsas. Quão mais forte seja o nosso resultado eleitoral e maior força tenha o próximo presidente regional, mais duros serão os ataques, que não são contra mim, mas contra o povo da Catalunha”, disse Artur Mas. O líder admitiu ainda que, apesar das promessas da independência, em caso de vitória o seu partido vai levar a cabo mais cortes orçamentais, pelo que as acusações de estar a procurar a independência como meio de escapar à austeridade não têm fundamento.

A campanha eleitoral está entretanto a polarizar a Catalunha entre independentistas e lealistas a Espanha, sendo que as sondagens hoje divulgadas não dão a maioria absoluta à CiU de Mas, que se manteria pelos 37,2% dos votos, enquanto que o PP local, partidário da lealdade a Espanha – se tornaria na segunda força política da região, com 13,2%. Se forem contados os votos das restantes formações nacionalistas catalãs, contudo, o número de votos favorável a um maior distanciamento de Madrid superam confortavelmente os 50%.

Ao serem conhecidos os resultados do inquérito, o primeiro-ministro e líder do PP espanhol, Mariano Rajoy, afirmou que o presidente catalão está a fazer “um dano enorme” à imagem internacional da Espanha com as suas afirmações de apoio à soberania local, as quais poderão “atrasar a recuperação econômica.

Acabaram as eleições em 25 de novembro de 2012,

Eleição na Catalunha enfraquece busca pela independência
Por Fiona Ortiz e Braden Phillips
BARCELONA, Espanha, 26 Nov (Reuters) – Os separatistas catalães venceram a eleição local de domingo na região espanhola, mas sem conseguirem o mandato ressonante que esperavam para convocar um referendo sofre a independência.
O presidente (governador) da Catalunha, Artur Mas, que implementou impopulares cortes de gastos, havia convocado uma eleição antecipada para testar o apoio à sua nova iniciativa pela independência da região, que é rica mas está financeiramente em crise.
Eleitores frustrados com a crise econômica e com o sistema tributário espanhol, que eles consideram injusto com a Catalunha, deram quase dois terços das 135 cadeiras do Parlamento regional a quatro partidos favoráveis à convocação de um referendo separatista.
Mas as urnas puniram o principal partido separatista, o CiU (Convergência e União), cuja bancada caiu de 62 para 50 deputados. Assim, Mas terá dificuldade para liderar uma frente unida pela realização de um referendo que desafia a Constituição e o governo central espanhol.
Para José Ignacio Torreblanca, diretor da unidade madrilenha do Conselho Europeu de Relações Exteriores, o presidente catalão “claramente cometeu um erro”.
“Ele promoveu uma agenda separatista, e as pessoas lhe disseram que desejam que outras pessoas realizem essa agenda”, disse.
O resultado é um alívio para o primeiro-ministro da Espanha, Mariano Rajoy, que enfrenta uma profunda recessão e um desemprego de 25 por cento, enquanto luta para convencer os investidores sobre a estabilidade fiscal e política do país.
Cercado por seguidores que gritavam “independência”, Mas disse que continuará empenhado em convocar o referendo, e acrescentou que “está mais complexo, mas não há necessidade de desistir do processo”.
Mas tentou surfar na onda separatista depois que centenas de milhares de pessoas se manifestaram em setembro nas ruas exigindo a independência da Catalunha, região que tem uma língua própria e que se considera diferente do resto da Espanha.
Em discurso na noite de domingo aos seus seguidores, Mas reconheceu ter perdido terreno e que, embora o CiU continue sendo o maior grupo no Parlamento catalão, ele precisará de outro partido para governar e aprovar duras medidas de austeridade.
“Ficamos aquém da maioria que tínhamos. Estamos governando há dois anos sob circunstâncias muito duras.”
A guinada do nacionalista CiU para o separatismo é recente. O mais tradicional partido separatista catalão, a Esquerda Republicana da Catalunha (ERC), ficou com a segunda maior bancada parlamentar, com 20 deputados. O Partido Socialista elegeu 20 deputados, e o centro-direitista Partido Popular, de Rajoy, ficou com 19.
Três outros dois partidos, incluindo dois pró-referendo, dividiram as demais 25 vagas. Para o analista Torreblanca, o resultado é semelhante ao que tem ocorrido em outros lugares da Europa onde a crise econômica beneficia grupos políticos marginais e castiga os partidos mais tradicionais.
A aposta separatista de Mas pode ter ajudado o grande vencedor do domingo, a ERC, que mais do que duplicou sua bancada, saltando de 10 para 21.
A Catalunha, com 7,5 milhões de habitantes, gera um quinto do PIB espanhol, e tem uma economia quase do tamanho da portuguesa.
(Reportagem adicional de Sarah Morris em Barcelona e Emma Pinedo em Madri)

TOBOGAN TAPAS,na Plaça Reial em Las Ramblas

Este lugar não deixe de ir quando estiver em Las Ramblas,pois é uma praça centenária com muitos bares e restaurantes onde você dá aquela relaxada e toma aquele vinho ou cerveja local e peça para ser servido pelo garçom Amadeu,defensor feveroso da separação da Catalunya.

A opinião de Amadeu assemelha-se com o que acontece com São Paulo em relação ao resto do Brasil,pois o que arrecadamos em impostos vai para Brasília e volta apenas 20% para os nossos cofres e Barcelona seria a capital da Catalunya independente,podendo se tornar um dos países mais prósperos da Europa nos tempos modernos,mas a resistência  é muito forte por parte da Espanha maior.

Veja a localização da Plaça Reial

Plaça Reial (Em espanhol Plaza Real, que significa “Royal Plaza”) é uma praça no Bairro Gótico de Barcelona, ​​Catalunha, Espanha. Encontra-se ao lado de La Rambla e constitui uma atração turística bem conhecida, especialmente à noite. Na praça é um grande número de restaurantes e alguns dos clubes mais famosos da cidade, incluindo Sidecar, Jamboree ou Karma. Ele também é conhecido por seus muitos espaços ao ar livre e é um popular ponto de encontro durante o verão eo festival anual La Mercè, em setembro, quando concertos ao ar livre acontecem, e durante outras celebrações, como a véspera de Ano Novo, sendo muitas vezes muito cheia.
A Plaça Reial foi projetado por Francesc Daniel Molina i Casamajó no século 19. A praça está geminada com a Plaza Garibaldi, na Cidade do México. As lanternas havia projetado pelo arquiteto catalão Antoni Gaudí. Ele não deve ser confundido com Plaça del Rei, também no Bairro Gótico. A praça é o local do Hotel Roma Reial e clube.

O trem bala – 300 km/hora , 2:40 H -Barcelona/Madri

183 Euros/pessoa em primeira classe,num passeio inesquecível a 300 km/h com tudo incluso,champagne,whisky,vodkas e refeição de primeira classe,viagem simples de fazer a vista de paisagens de plantações de oliveiras e pequenas cidadelas.

Sobre engvagnerlandi

Engenheiro Civil , formado Pela Faculdade de Engenharia São Paulo na capital paulistana , Especialista em Uso e Ocupação do Solo , Plano Diretor e Aprovações de Projetos e Licenciamentos na Grande São Paulo. Tem o Urbanismo como convicção , sempre defendendo uma Melhor Qualidade de Vida para os bairros de SAMPA
Esse post foi publicado em POLITICA URBANA, Uncategorized, Viagens e Dicas de lugares no mundo e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Barcelona – Espanha – Arquitetura de Gaudí – Barcelona – Spain – Architecture of Gaudi – 巴塞羅那 – 西班牙 – 高迪建築

  1. adilson dangelo disse:

    depois de ler tudo que aqui vi,e conhecendo um pouco de barcelona só posso agradecer por ter me mostrado coisas que não conhecia.muito obrigado primo.um abraço bem forte. adilson

    Curtir

  2. Pingback: Madri – A romântica capital da Espanha – Madrid – The romantic capital of Spain | Eng. Urbanista Vagner Landi

Obrigado pela sua participação!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s