MONOTRILHO LINHA OURO – Obras Copa 2014 – Aeroporto de Congonhas – Morumbi

MONOTRILHO LINHA OURO – Obras Copa 2014 – Aeroporto de Congonhas – Morumbi

Uma das obras de mobilidade urbana previstas para a Copa 2014 no Estado de São Paulo é a ligação do Aeroporto de Congonhas à rede metroferroviária, por meio de sistema de monotrilho – trem com tração elétrica e sustentação por pneus, que se desloca sobre uma viga com pneus laterais para guia e estabilização. Os trens correrão em alturas com distâncias entre 12m e 15m do chão.

O projeto compreende a ligação prioritária para Copa 2014, o trecho Aeroporto de Congonhas-Estação Morumbi da CPTM, com atendimento à zona hoteleira de São Paulo.

Cronograma   (tabela atualizada)

Etapa

Início do Projeto

Conclusão do   Projeto

Última   Atualização

Responsabilidade   pela Execução

Previsto *

Realizado

Previsto *

Realizado

1. Projeto Básico e Executivo

Jan/12

Jan/12

Jun/12

14/5/2012

Governo Estadual

2. Desapropriações

Out/11

Out/11

Dez/12

14/5/2012

Governo Estadual

3. Obras (financiamento)

Mar/12

Mai/14

14/5/2012

Governo Estadual

4. Obras

Mar/12

Jul/11

Mai/14

14/5/2012

Governo Estadual

* Fonte: Balanço da Copa publicado pelo Ministério do Esporte – ref. Abr/12.

Primeira e segunda etapa
Na primeira etapa, a Linha 17-Ouro atende à concentração da rede hoteleira na região das avenidas Berrini e Nações Unidas, que serão ligadas ao aeroporto. A demanda desse trecho é estimada em 5 mil passageiros/dia.

O segundo trecho, com 6,5 km, interligará o aeroporto de Congonhas à Linha 1-Azul do Metrô, na estação Jabaquara. No percurso, a Linha 17 estará conectada à Linha 5-Lilás, na futura estação Água Espraiada/Campo Belo. Já o terceiro trecho, com extensão de 3,5 km, fará conexão com a Linha 4-Amarela na estação São Paulo-Morumbi, passando pelo bairro de Paraisópolis.

Foto 01

Simulação mostra parte do Trecho Congonhas – Águas Espraiadas. Após sair do Aeroporto de Congonhas, linha de monotrilho seguirá em direção à Avenida Roberto Marinho. Meta do governo é que estações estejam em funcionamento até a Copa do Mundo. (Foto: Divulgação/Metrô)

Foto 02

Projeção mostra parte do Trecho Congonhas – Águas Espraiadas no acesso à Avenida Roberto Marinho. Previsão inicial é que linha seja inaugurada com 7,7 km, com as estações Jardim Aeroporto, Congonhas, Brooklin, Vereador José Diniz, Água Espraiada, Vila Cordeiro, Chucri Zaidan e Morumbi. (Foto: Divulgação/Metrô)

Foto 03

No trecho Águas Espraiadas – Marginal Pinheiros, linha vai passar sobre viaduto que dá acesso à Avenida Vereador José Diniz. (Foto: Divulgação/Metrô)

 

 

Foto 04

No trecho Águas Espraiadas – Marginal Pinheiros, linha vai mudar paisagem da Ponte Estaida. Movido à energia elétrica, o trem circulará a uma altura entre 12 e 15 metros do solo, dependendo do trecho, correndo sobre vigas de concreto. A frota será composta por 24 trens. (Foto: Divulgação/Metrô)

Foto 05

Projeção da linha no Trecho Marginal Pinheiros – Panamby. (Foto: Divulgação/Metrô)

Foto 06

Projeção da linha no Trecho Marginal Pinheiros – Panamby. Pilares do monotrilho serão erguidos ao lado da ciclovia. (Foto: Divulgação/Metrô)

COPA DO MUNDO,veja projeto enviado por governo de SP em 21/10/2011

http://www.youtube.com/watch?v=fJJQSaQypSM&feature=related

Opinião do eng.urb. Vagner Landi

O grande problema que todos se  preocupam é o Impácto Paisagístico deste projeto pós obra e sua funcionalidade.

Em ambiente metropolitano,sabemos realmente o que funciona é o Metrô e o subterrâneo é sem dúvida nenhuma o mais viável e que não agride o visual externo.

O Monotrilho é um projeto pontual que vai beneficiar poucos passageiros por hora,pois sua capacidade é de cinco a seis vezes menor do que um metrô e sua agressão é muito grande,pois a população em menos de dois anos vai conviver com um minhocão elevado ao olho nu para sempre,que será saturado em poucos anos.Por outro lado o governo vem se esforçando na construção de novas linhas de metrô suprindo com outras alternativas esta linha ouro que terá um único propósito de ligar o estádio do Morumbi até as linhas hoteleiras com o Aeroporto de Congonhas e a CPTM.

O que me preocupa é que a atual administração municipal tem grandes falhas na conservação dos canteiros centrais das avenidas,praças e áreas livres sob grandes construções,sinalizações de solo,iluminação deficiente sob pontilhões e viadutos e não sabemos como vai ficar o linear sob a projeção deste monotrilho,pois na avenida Roberto Marinho ficará sobre o córrego água-espraiada e nas demais áreas é o que me preocupa.

De qualquer maneira aprovo esta iniciativa do Governo Estadual juntamente com o Municipal e Federal,trabalhando em conjunto para suprir um Copa do Mundo 2014,que poderia muito ser em 2018,pois muitas obras terão que começar e algumas nem começaram na Zona Leste de São Paulo onde será a abertura da Copa,mas temos que salientar que obras estão acontecendo em razão da Copa e devem continuar pós Copa,se não São Paulo vai parar de vez !

Sobre engvagnerlandi

Engenheiro Civil , formado Pela Faculdade de Engenharia São Paulo na capital paulistana , Especialista em Uso e Ocupação do Solo , Plano Diretor e Aprovações de Projetos e Licenciamentos na Grande São Paulo. Tem o Urbanismo como convicção , sempre defendendo uma Melhor Qualidade de Vida para os bairros de SAMPA
Esse post foi publicado em POLITICA URBANA, Uncategorized e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para MONOTRILHO LINHA OURO – Obras Copa 2014 – Aeroporto de Congonhas – Morumbi

  1. Paulo Cesar disse:

    OBRAS PARA OS BOYS SE LOCOMOVEREM CICLOVIA ENTRE CEAGESP E IBIRAPUERA E O MONOTRILHO LINHA OURO LIGA MORUMBI A AEROPORTO, ENQUANTO ISSO, M BOI MIRIM SOFRE, ESTRADA DE ITAPECIRICA, GRAJAÚ, CAPÃO, PERIFERIA ABANDONADA.

    Curtir

  2. selma disse:

    So vai beneficiar a elite, e a classe baixa como fica nessa estoria, e a poluicao? que vai aumentar muito mais, porque as arvores que deveriam ser plantadas cada vez mais, estao sendo arrancadas cada vez mais, santa ignorancia, egoismo, e quanta corrupcao, que eh o que destroi o Brasil. Eu sou brasileira, e fico triste de dizer isso, mais estou feliz de nao morar mais no Brasil.

    Curtir

  3. Pingback: São Paulo em queda na Qualidade de Vida,uma administração pífia – São Paulo falling on Quality of Life | Eng. Urbanista Vagner Landi

Obrigado pela sua participação!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s