Subprefeitura do Tatuapé,uma realidade próxima para a Z.Leste

Urbanista apóia criação da Subprefeitura do Tatuapé

 

Subprefeitura do Tatuapé voltará a ser assunto, pois o bairro necessita ser liberto e não pode mais estar subordinado a Subprefeitura Mooca que já é uma Administração  pública inchada que não pode atender os bairros do Brás, Mooca, Belém, Tatuapé, Canindé, Parque São Jorge, Água Rasa, pelo crescimento urbanístico e populacional.

Projetos já existe na Câmara  Municipal ( ver abaixo),que poderá recuperar parte perdida na administra;ao de Luisa Erundina que é o Jardim Anália Franco que hoje situa=se no bairro da Vila Formosa e pertence a Subprefeitura Vila Formosa/Aricanduva

O bairro do Tatuapé com seus 8,2 KM2 de área poderá com sua Subprefeitura abranger uma área de 15,4 KM2,tem de renda mensal por família em torno de R$ 4.000,00,com faixa maior tendendo para classe B,com cerca de 85 mil habitantes

 http://www.camara.sp.gov.br/projintegrapre.asp?fProjetoLei=389%2F04&sTipoPrj=PL

 

 

Um bairro com pouca área verde

 

O bairro de maior crescimento da Zona Leste de São Paulo possui 3,86 m² de área verde para cada um deles, isso contando desde pequenos canteiros e jardins até grandes parques, segundo dados da SVMA (Secretaria do Verde e Meio Ambiente), publicados no Atlas Ambtal de 2003 – último registro.  Este é um índice considerado baixo, já que a OMS (Organização Mundial da Saúde) estabelece que o índice de área verde por região deve ser igual ou superior a 12m² por habitante urbano.

A situação torna-se ainda mais preocupante se lembramos que, no próximo ano, o Tatuapé deve receber cerca de 50 mil novos moradores, que devem ocupar os lançamentos imobiliários e dividir o mesmo ar com os habitantes já existentes, pois ao que se percebe o índice de áreas verdes não tem acompanhado o crescimento imobiliário e comercial do bairro.

A cobertura vegetal é o principal componente regulador do clima dentro do espaço urbano, pois é capaz de neutralizar os efeitos negativos, como a elevação de temperatura e a poluição do ar, sendo assim, é indispensável em um lugar como o Tatuapé, com grande concentração de visitantes por conta das estações de trem e metrô, bares e shoppings centers, sem contar a poluição ocasionada pelos veículos, que favorece a má qualidade do ar.

Legislação atual

Na legislação atual os empreendedores são obrigados a manter, nos terrenos edificados, pelo menos a mesma quantidade de árvores cujo corte for autorizado e 15% do solo deve ser permeável. Para cada dez cortes autorizados foi determinado o plantio interno de 17 árvores em 2005, 29 em 2006 e 34 em 2007, em média.

 Opinião do eng.Urbanista Vagner Landi, já publicado em jornais

O Bairro do Tatuapé

TATUAPÉ,
Um crescimento que a Prefeitura não acompanha…

 O Tatuapé, bairro considerado um dos três mais valorizados juntamente com Vila Nova Conceição e Campo Belo na Capital Paulistana.

Privilegia-se em ter uma alta cotação de possuir em sua população aproximadamente 50% da classe média contra a média na Capital de 30% com uma fonte de renda familiar de 4.000 reais por mês.
As construtoras e imobiliárias modernizaram-se e são consideradas as melhores em negócios de São Paulo sendo responsáveis pelo alto poder de valorização dos imóveis e empreendimentos comerciais proporcionando a Prefeitura maior arrecadação de impostos e o melhor visual arquitetônico moderno dos imóveis em torno das vias publicas.
Um grande problema é que a Prefeitura não acompanha este crescimento arquitetônico deixando nossas praças publicas sem conservação, ruas e avenidas sem sinalização de solo, sem projetos de modernização urbana e o transito caótico em vias de mão dupla.
O Tatuapé para crescer ordenadamente, tem que ter uma união entre os comerciantes e a maior participação das agencias bancarias em ajudar a reformar o mobiliário urbano, as nossas praças, pois hoje só se fala em parcerias e se dependermos apenas da Prefeitura, o bairro chegará ao colapso caminhando para a desvalorização acentuada.
Intervenções Urbanas nos principais pontos do Bairro serão necessários por parte do poder público para a melhor qualidade de vida da população deste bairro tão querido.

 

 

Sobre engvagnerlandi

Engenheiro Civil , formado Pela Faculdade de Engenharia São Paulo na capital paulistana , Especialista em Uso e Ocupação do Solo , Plano Diretor e Aprovações de Projetos e Licenciamentos na Grande São Paulo. Tem o Urbanismo como convicção , sempre defendendo uma Melhor Qualidade de Vida para os bairros de SAMPA
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Subprefeitura do Tatuapé,uma realidade próxima para a Z.Leste

  1. Pingback: Subprefeitura do Tatuapé – Câmara Municipal deSP | Engº Vagner Landi – Blog Urban Policy and Quality of Life

  2. Pingback: TATUAPÉ-Subprefeitura do Tatuapé para 2013 em nova gestão política | Eng. Urbanista Vagner Landi

  3. antonio carlos molina disse:

    Valeu Vagner a foto ficou ótima, mas a comida é melhor ainda, rsrsr.
    Vamos marcar outra, mas posso dar uma outra sugestão: Que tal agora o Rancho da Traira?
    Abraços..
    Tony Molina.

    Curtir

Obrigado pela sua participação!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s