Urbanismo nas Cidades Brasileiras – Desafios na Política Urbana-Urbanism in Brazilian cities

Urbanismo nas Cidades Brasileiras  Desafios na Política Urbana

São Paulo deve enfrentar nos próximos anos desavenças políticas,pois teremos um prefeito de oposição política ao governador atual ou vice-versa.

A política já vai começar a partir de 2013 pensamentos para as eleições de 2014 para governador do estado,pois o atual governador Geraldo Alckmin do PSDB,hoje é considerável imbatível para sua reeleição.Recuperou sua força política quando ganhou o pleito para retornar ao governo de São Paulo,pois há dois anos antes deste ganho,foi traído por Serra que apoiou Kassab na reeleição para prefeito da capital.

Agora o próprio Kassab ,cria de Serra ,vai derrotá-lo por sua baixa popularidade somada a promessas de Serra ,que não iria deixar a prefeitura quando prefeito e que não iria mais se candidatar a prefeito,coisas assim que irão dar o retorno dos eleitores negativamente nas urnas,pois está dito que o povo não deu a mínima para o Mensalão e sim para os fatos citados acima.

Não basta Serra ter um passado justo,honesto,trabalhador ficha limpa,que o povo não está nem aí…….mas quer bilhete único mais barato,habitação popular de graça em lugar bom,saúde próxima a moradia e educação com maiores cotas para os mais desfavorecidos,que sempre foram as metas das campanhas políticas do Partido dos Trabalhadores num plano de 20 anos no poder,que pode chegar a ultrapassar esta meta se assumirem em dois anos próximos o governo da maior cidade da América Latina.

A escolha foi boa pelo mito Lula,trocando Haddad por Marta Suplicy,pois Haddad com popularidade negativa baixa por não ser conhecido mas muito inteligente e muito bem preparado,que pode surpreender com a força do governo federal ao seu lado,tapando os buracos negativos deixados pela administração Serra/Kassab no tangente a manutenção da cidade como ruas esburacadas,mal sinalizadas,mobiliário urbano sem projetos concluídos,saúde e educação estagnadas e o principal que defendemos tanto em nosso Blog, a Revitalização e Reurbanização da nossa Sampa querida para uma “Melhor Qualidade de Vida”

No Brasil, a política urbana é regida por um sistema arcaico,pois varias tentativas de se implantar regiões metropolitanas com instituições tentando a coordenação das ações,sendo impedidas por orçamentos travados entre o governo do estado – prefeitura – governo federal,contra interesses políticos partidários.A Constituição deveria ser revista pois é impossível gerenciar administração pública sem um orçamento já previamente estabelecido dentro de programas de Planos Diretores aprovados nas grandes e médias cidades.

A figura,hoje em nossa capital do Subprefeito é meramente de um administrador regional,como antigamente,pois só mudou o nome do cargo,pois o mesmo não tem poder nenhum de atender os pedidos das comunidades e associações de bairros,ficando amarrado a ordens do prefeito para cumprir metas políticas partidárias e acordos na Câmara Municipal.

Hoje,no linguajar popular se o prefeito entrar no mar com água até a cintura muitos morrerão afogados levando consigo muitos assessores que na verdade estão nos cargos só para fazer Lobby político e financeiros sem a preocupação das promessas contadas nos programas eleitorais.

A Região Metropolitana de São Paulo que abrange 39 municípios,não têm uma política única para administrar toda a região,com um orçamento próprio que poderia ser administrada por Super-prefeitos que poderiam decidir as questões metropolitanas,por exemplo do urbanismo controlado ao crescimento populacional diretamente ligado aos problemas de transporte público e saneamento básico,principais fatores das grandes metrópoles.

Planos Diretores são importantes para brecar o crescimento desorganizado

Nossa política onde um vereador de uma certa região a qual ele é atuante toma voto de outro de outra região e vice-versa,onde o voto não é distrital e os problemas já citados acima dos governantes de partidos diferentes.

Mapa dos municípios que compõem a região metropolitana divididos por sub-regiões, conforme da lei complementar estadual 1 139, de 16 de junho de 2011

-Município de São Paulo(integra todas as sub-regiões);

  Sub-região norte;

Sub-região leste;

Sub-região sudeste;

Sub-região sudoeste;

Sub-região oeste;

Podemos dar um grande passo para estas idéias florirem com a organização da Copa 2014 e das Olimpíadas de 2016,para repensarmos as metrópoles brasileiras.Os investimentos não devem parar apenas nos princípios dos eventos,mas prosseguirem pós eventos.

Citamos Barcelona que após Olimpíadas,a malha urbana foi totalmente integrada de forma inteligente com planejamento e transparência de uma política pública que não parou apenas nos eventos,mas seguiu um processo planejado coordenado por várias instituições envolvidas.

A paisagem de Barcelona, cidade revitalizada graças à Olimpíada de 1992

O pensamento urbanístico não é só nas obras visíveis ao olho nu, mas sim no saneamento básico ligado a infra-estrutura de lazer, que são fatores principais para equilibrar a saúde da nossa população.

Temos tudo para dar certo,mas apenas se as políticas públicas sofrerem uma ampla modificação,como o voto distrital,eleições para todos os pleitos numa só data e a concordância partidária entre prefeitos das capitais e governadores do mesmo partido e principalmente a distribuição de renda que fique no estado de origem,para ajudar a diminuir esta ganância de impostos que pagamos ao município,estado e federal,onde o retorno não condiz aos nossos anseios de cidadãos contribuintes.

Veja abaixo dados importantes da região metropolitana de São Paulo-(Wikipédia, a enciclopédia livre)

http://pt.wikipedia.org/wiki/Regi%C3%A3o_Metropolitana_de_S%C3%A3o_Paulo

Curta São Paulo em 360°

http://www.vr360.com.br/tour360/Copan.html

Sobre engvagnerlandi

Engenheiro Civil , formado Pela Faculdade de Engenharia São Paulo na capital paulistana , Especialista em Uso e Ocupação do Solo , Plano Diretor e Aprovações de Projetos e Licenciamentos na Grande São Paulo. Tem o Urbanismo como convicção , sempre defendendo uma Melhor Qualidade de Vida para os bairros de SAMPA
Esse post foi publicado em POLITICA URBANA, Uncategorized e marcado , , , . Guardar link permanente.

Obrigado pela sua participação!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s