Estádio do Corinthians para a Copa 2014 na opinião do urbanista

Estádio do Corinthians para a Copa 2014 na opinião do urbanista

 A Prefeitura de São Paulo anunciou nesta terça (24-05-2011) que vai publicar nesta quarta-feira (25-05-2011) portaria autorizando a instalação do canteiro de obras no local onde será construído o futuro estádio do Corinthians, 

Nós que trabalhamos com aprovações de projetos em órgãos municipais e estaduais,sabemos como é difícil e demorado aprovar um projeto para qualquer construção em procedimentos normais,pois depender da boa vontade dos técnicos que o aprovam.

Já é uma aventura  também pela burocracia em cada departamento,imaginem,então,um estádio de futebol.

 Vejam noticias abaixo no decorrer destes últimos dias no http://www.folha.uol.com.br/

 Prefeitura de São Paulo aprovou neste sábado (14) o Relatório de Impacto de Vizinhança (RIVI) referente à análise dos impactos da implantação da Arena Sport Club Corinthians Paulista, cotado como provável sede da abertura da Copa do Mundo de 2014. O documento é assinado pelo secretário Municipal do Verde e do Meio Ambiente e presidente do Conselho Municipal do Meio Ambiente, Eduardo Jorge. A confirmação foi feita nesta segunda-feira (16) pela Prefeitura.

A Secretaria do Verde e do Meio Ambiente faz, no entanto, uma série de exigências e recomendações que  deverão ser atendidas ainda neste ano, entre elas, a  de apresentação de propostas de controle de ruídos, de redução do impacto do tráfego gerado pelo estádio no trânsito local, apresentação de plano de compensação da emissão de gás carbônico equivalente ao número de vagas para estacionamento, licenciamento da construção de heliponto de acordo com as normas municipais, plano de  enquadramento do empreendimento a práticas sustentáveis (como uso de energia solar, torneiras com fechamento automático) e plano de garantia de acessibilidade para portadores de deficiência.

saiba mais

Os empreendedores terão de apresentar ainda a documentação quanto ao controle da movimentação de terra durante a execução da obra, gerenciamento de áreas verdes, de áreas contaminadas, drenagem e aquíferos existentes, e do licenciamento ambiental necessário para implantação de quatro subestações de energia.

O projeto do estádio do Corinthians nesta área ao lado,tem aprovação da certidão de diretrizes, emitida pela Secretaria Municipal de Transportes (SMT)  em 29 de abril.  Na ocasião, a SMT informou que a licença para construção do empreendimento ainda dependia do Relatório de Impacto de Vizinhança  que acaba de ser liberado. 

Segundo a SMT, o projeto tem parecer favorável da Câmara Técnica de Legislação Urbana (CTLU), ligada à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU).

http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2011/05/prefeitura-anuncia-autorizacao-para-obras-no-estadio-do-corinthians.html

A preocupação do urbanista não é só quando iremos começar as obras do Estádio, mas quando iremos começar com as obras de infra-estruturas para chegarmos ao distante bairro de Itaquera.Não vemos nenhum projeto por parte do executivo tanto em relação a alargamento de avenidas,criação de novas estações de Metrô,Trens,Mono-Trilhos e outros para 2014,isto é para ficarem prontos de acordo com exigências da FIFA.

Realmente,segundo o presidente do Corinthians  Andrés Navarro Sánchez,que não tem papas na línguas,disse a verdade – Nosso estádio era para 45 mil pessoas e depois entrou a FIFA no negócio e tivemos que alterar os projetos,exigências aumentaram tanto no âmbito municipal,estadual e federal,para 65 mil pessoas e não garantiu a inauguração para a Copa 2014,pressionando o Governo do Estado a ajudar financeiramente.

Esta briga vai esquentar e muito nos próximos dias.

Pelo que vejo,Andrés queria apenas o estádio para o Corinthians e não para a Copa 2014 e acho que os corintianos vão pegar esta idéia se a coisa engrossar.

Vejam como as notícias mudam:

http://www.youtube.com/watch?v=2Zr3giv09RM

São Paulo,perdendo a inauguração da Copa 2014 pode abrir uma brecha para a  Arena Palestra. Caso o Itaquerão não saia do papel, o futuro estádio do Palmeiras pode ser a sede paulista no Mundial.

http://www.youtube.com/watch?v=HxpK2NxzywM

 Em São Paulo, a notícia é compreendida como uma forma de pressão por uma definição quanto ao estádio do Corinthians.

Se a arena corintiana fracassar, a participação de São Paulo será reduzida na Copa: perderá a abertura do Mundial, pelo menos um dos seis jogos previstos pela Fifa e dificilmente verá uma apresentação da seleção brasileira.

A Arena Palestra receberia, no máximo, jogos das quartas. Com 45 mil lugares distribuídos em dois anéis com mais dois de camarotes entre eles, o novo estádio do Palmeiras não teria capacidade para comportar abertura nem semifinais, como a Fifa quer que São Paulo faça.

Olha pessoal,eu acho que não vai dar tempo,vai ter muita gente contra que o governo municipal,estadual ou federal em dar dinheiro para a construção de um estádio particular,este negócio não está cheirando muito bem,ainda mais que tem orçamentos de Um Bilhão contra outros orçamentos de 600 a700 milhões de reais,está meio esquisito,vocês não acham!!!

Sobre engvagnerlandi

Engenheiro Civil , formado Pela Faculdade de Engenharia São Paulo na capital paulistana , Especialista em Uso e Ocupação do Solo , Plano Diretor e Aprovações de Projetos e Licenciamentos na Grande São Paulo. Tem o Urbanismo como convicção , sempre defendendo uma Melhor Qualidade de Vida para os bairros de SAMPA
Esse post foi publicado em POLITICA URBANA, Uncategorized e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Obrigado pela sua participação!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s