Av. Celso Garcia esquecida por vários prefeitos

Av. Celso Garcia,esquecida por vários prefeitos,até hoje só promessas e ensaios de projetos primários sem consultar os principais beneficiários e tradicionais moradores do seu entorno,fiéis aos bairros do Brás,Belém,Moóca,Tatuapé e Parque São Jorge.
Projetos que foram jogados na mídia,faraônicos,políticos,pífios e mentirosos que deixam cada vez mais os moradores destas regiões tradicionais a ver navios,só na saudade de quando esta avenida foi uma das principais e mais bonitas relatadas por pessoas mais velhas que são nossos pais,tios, avós e bisavós ou historiadores da região.
A Gazeta do Tatuapé e Gazeta da Zona Leste são os principais canais de mídia da região,completando seus 35 anos de existencia graças ao saudoso Romano Neto ” In Memorian”,tradicional jornalista e radialista,sendo hoje dirigida pelos filhos Jaime e Antonia com muita galhardia e competencia,com uma equipe de reporteres fantástica que sabem que a Zona Leste é especial,mas esquecida e ficando sempre em segundo plano.
Os políticos ainda não perceberam que a Zona Leste é o caminho e quem sair na frente terá um retorno importante em troca de uma melhor qualidade de vida para a população local.
 
 
Palavras do eng.urbanista Vagner Landi
Abaixo matéria publicada na Gazeta do Tatuapé pelos reporteres
Sergio Murilo Mendes e Vanessa de Sousa e Rafael Sampaio F.Gomes

Celso Garcia: como ela pode ser recuperada?

Sem a Operação Urbana, a Avenida Celso Garcia segue seu processo de degradação. Tanto os prédios comerciais quanto residenciais sofrem com a falta de investimento em restauro e recuperação e acabam gerando a saída dos moradores e de empresários da via, que já foi considerada uma das mais importantes de São Paulo. Atualmente, ela que tem início próximo ao Parque Dom Pedro e termina no bairro da Penha, mantém, ao longo de sua extensão, edifícios com cortiços, terrenos vazios e abandonados, além de diversos comércios fechados ou com placas de vende-se e aluga-se.

Foto do arquivo do urbanista,mostra imóveis fechados

PLANEJAMENTO

Neste cenário desolador, os moradores ainda têm dúvidas se uma linha expressa do Metrô no trecho da Celso Garcia entre o Brás e a Penha, e depois passando pelas avenidas São Miguel e Marechal Tito, até o Itaim Paulista, servirá para recuperar o prestígio de bairros como Tatuapé e Belém, por exemplo, junto à Celso Garcia.

Foto do arquivo do urbanista,perigo na faixa dos ônibus para usuários e ciclistas

Há cerca de dois meses, o engenheiro Roberto Massaru Watanabe e o urbanista Vagner Landi, apontaram os danos que esta falta de planejamento pode causar ao Tatuapé e outros bairros a curto prazo. Para Watanabe, hoje a Celso Garcia tem uma capacidade de transporte limitada. “A Operação Urbana poderia facilitar o processo de desapropriação dos imóveis e favorecer o alargamento da avenida. Desta forma a via seria uma verdadeira opção de chegada e de saída do centro da cidade”, disse.

Professor Roberto Watanabe

CELSO GARCIA HABITÁVEL

Segundo ele, é difícil entender porque a Prefeitura abriu mão do projeto do corredor de ônibus, quando isto poderia ser um meio de acelerar a implantação da Operação Urbana. “Trata-se de uma perda lamentável, pois os bairros envolvidos deixaram de ganhar melhorias arquitetônicas e núcleos de comércio. Essas mudanças também tornariam a avenida mais habitável”, ressalta Watanabe.

Vejam esta foto do arquivo                         Imóvel com apenas a fachada,fechado sem pagar IPTU,como muitos em toda a avenida 

Vagner Landi afirmou que a Operação Urbana poderia facilitar a reintegração e demolição de imóveis devedores de IPTU, por exemplo. “A Celso Garcia precisa de um plano que promova a reestruturação do trânsito, com novos viadutos ligando ruas e avenidas de maior fluxo”, aposta ele. O urbanista relatou que caso a avenida seja reurbanizada, ela deveria ganhar uma ciclovia, boulevard e corredor para motos.

AVENIDA PAES DE BARROS

Oposto da Avenida Celso Garcia, a Avenida Paes de Barros, na Mooca, tornou-se um exemplo de como carros e ônibus podem conviver em certa harmonia, mesmo com os veículos transitando nos sentidos do Brás e Vila Prudente.

Com canteiros arborizados e faixas larga de trânsito a Paes de Barros atraiu um grande número de comerciantes que se tornou tradicional principalmente na região da Mooca. Bares, padarias, lojas e empresas se adaptaram ao crescimento da região e caíram nas graças dos moradores. Com isso, muitas ruas receberam investimentos da Prefeitura e do clube de lojistas local.

Sérgio Murilo Mendes

(Edição de 30 de maio a 5 de junho de 2010

Celso Garcia: avenida sofre com a falta de recapeamento

Desde o início do ano, os moradores do Tatuapé têm acompanhado as diversas etapas do recapameanto, que trouxe novo asfalto para importantes vias, como as ruas Serra de Botutcatu, Serra de Bragança, Cantagalo e Monte Serrat. No entanto, apesar do benefício que este serviço trouxe para o trânsito do bairro, uma importante via, não só para o Tatuapé, mas também para grande parte da Zona Leste, continua a desejar no quesito qualidade do asfalto.

Estamos falando da Avenida Celso Garcia, tradicional ligação entre o centro da cidade e o bairro da Penha, e cujos três quilômetros finais cortam o bairro do Tatuapé. “Por favor, peguem o carro de vocês, saiam pela Avenida Celso Garcia até a Penha e vejam quantos pulos seus carros darão, quantos ônibus irão para cima de vocês porque fogem dos buracos e calombos.

É preciso mostrar para a Subprefeitura Mooca que já é tarde o recapeamento bem feito de uma das avenidas mais antigas, mais importantes e mais esquecidas de São Paulo”, sugeriu a leitora Rejane dos Santos Garcia.

Rafael Sampaio F. Gomes

(Edição de 30 de maio a 5 de junho de 2010)

Celso Garcia: SPTrans diz que ônibus têm tacógrafo

Moradores e comerciantes do entorno da Avenida Celso Garcia e até mesmo os motoristas que precisam passar pela via sabem que não é nada fácil competir com os ônibus. Em grande quantidade, eles dominam os dois sentidos da avenida principalmente nos horários de pico, transitando tanto na faixa exclusiva quanto nas demais. A velocidade é outro problema, que muitas vezes acaba passando dos limites permitidos, motivo este de muitas reclamações direcionadas a esta Gazeta. Para esclarecer algumas questões, entramos em contato com a assessoria de imprensa da SPTrans para saber quais ações estão realizadas no local

GAZETA – Em média, quantas linhas de ônibus passam pela Avenida Celso Garcia e quais as suas principais ligações?

ASSESSORIA SPTRANS – Circulam na Celso Garcia 86 linhas de ônibus municipais com frequência de 427 carros/hora (pico manhã, nas proximidades do Largo da Concórdia, local de maior movimento).  As ligações vêm de vários pontos da Zona Leste (bairros nas áreas de São Miguel, Penha, Itaim Paulista, Ermelino Matarazzo, Tatuapé, entre outros) para a região central.

 Nos horários de pico há uma ação diferente realizada pela SPTrans para diminuir o tempo de viagem?

Sem dúvida.  Há um trabalho para privilégio do tráfego dos ônibus conforme descrito a seguir. Sentido centro faixa reversível para ônibus (6h às 9h): de uma única faixa no sentido centro para ônibus, o sistema adiciona uma segunda faixa para o transporte público

sentido bairro: faixa exclusiva para ônibus, à direita, das 17h às 20h.

 Em média, quanto tempo se leva para chegar ao centro?

O sistema teve sua extensão ampliada em fevereiro de 2010 (utilizava 200 cones e passou a utilizar 450, aumentando extensão para 1.290 metros). O tempo de viagem da Salim Farah Maluf até o Largo da Concórdia na primeira versão da faixa era de 27 minutos e caiu para 22 minutos; a velocidade média no trecho subiu de 17 km/h para 24 km/h.

 Muitos moradores do entorno se queixam da falta de segurança da via, principalmente por conta do excesso de velocidade cometido pelos motoristas, não respeito à sinalização de solo e de semáforo, colocando em risco outros veículos e pedestres. Constantes são os acidentes. De que maneira a SPTrans trabalha para combater estes problemas? 

A presença dos agentes durante os horários de pico costuma inibir atitudes fora dos padrões aceitos.  No entanto, diante da denúncia da reportagem, iremos dirigir nossas equipes de fiscalização para o local a fim de coibir abusos.  O passageiro também pode contribuir, denunciando irregularidades na Central 156 ou no endereço http://www.sptrans.com.br/sac – é preciso informar o local onde ocorreu o problema, bem como o prefixo do ônibus, data e horário da ocorrência, para que possamos identificar o motorista.

 Qual a velocidade máxima permitida na via e todos os ônibus estão equipados com tacógrafo.

A velocidade máxima é diferenciada em cada avenida ou rua da cidade, que devem estar sinalizadas por placas instaladas pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), responsável pela sinalização do local.  Por outro lado, toda a frota de ônibus municipais, de cerca de 15 mil veículos é equipada com tacógrafo.  Acrescentamos que a SPTrans desenvolve o Programa de Redução de Acidentes em Transportes (PRAT), que promove palestras sobre o atendimento aos passageiros.  Ao longo de 2009, mais de 2 mil motoristas passaram pela reciclagem.  Caso se envolvam em acidentes com vítimas em que se comprove que por algum motivo não seguiram procedimentos de direção defensiva, só podem retornar 

à ativa depois de apresentarem atestados de que frequentaram os cursos de reciclagem e passaram por avaliação psicológica que comprove que estão aptos a voltar às ruas.

Vanessa de Sousa

(Edição de 30 de maio a 5 de junho de 2010)

Sobre Eng.Urb.Vagner Landi

Engenheiro Civil , formado Pela Faculdade de Engenharia São Paulo na capital paulistana , Especialista em Uso e Ocupação do Solo , Plano Diretor e Aprovações de Projetos e Licenciamentos na Grande São Paulo. Tem o Urbanismo como convicção , sempre defendendo uma Melhor Qualidade de Vida para os bairros de SAMPA
Esse post foi publicado em POLITICA URBANA, Uncategorized e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Obrigado pela sua participação!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s